Vasco assina com 777 Partners: “Maior acordo da história dos clubes brasileiros”

O Vasco anunciou, na tarde desta segunda-feira, acordo para a venda de 70% da sua SAF para o 777 Partners. A empresa americana pagará R$ 700 milhões por 70% do futebol do clube, com investimento imediato de R$ 70 milhões através de um empréstimo-ponte.

O “pré-acordo” com a empresa foi assinado pelo presidente Jorge Salgado em sua viagem a Miami (leia abaixo a íntegra da nota do clube). Para se concretizar, a venda dos 70% da SAF precisa ser aprovada por conselheiros e sócios do clube. Há um prazo de 90 dias (três meses) para que todos os trâmites políticos e burocráticos (diligência, redação do contrato, etc) sejam realizados.

– É com orgulho que anunciamos o maior acordo da história dos clubes brasileiros. Trabalhamos incansavelmente nos últimos meses para encontrar um parceiro de longo prazo, com capacidade financeira e operacional, que compartilhasse nossa ambição de recolocar o Vasco no seu lugar de Gigante do futebol, no Brasil e na América do Sul. Será o marco zero de um novo futuro, vencedor, sustentável e sem dívidas, tudo o que almeja nossa imensa torcida – afirmou Salgado.

Josh Wander (sócio do 777), Jorge Salgado e Jorge Arciniegas (diretor de esportes do 777) posam com camisas do clube (Foto: Divulgação)

O acordo ainda é “não vinculante”, ou seja, o documento não gera obrigações para as partes envolvidas, até que o negócio seja consumado.

– Incluindo a dívida de R$ 700 milhões a ser assumida pelo Vasco SAF, a oferta valoriza a SAF em R$ 1,7 bilhão, tornando esta a maior transação da história do futebol brasileiro – explicou o clube.

Para chegar a essa conta, o Vasco considera a proposta de R$ 700 milhões por 70% da SAF, o que deixa a avaliação de 100% do futebol do clube em R$ 1 bilhão. Depois disso, o clube soma as dívidas de R$ 700 milhões, que serão assumidas pela empresa.

– Estamos muito animados e orgulhosos por ter a oportunidade de nos unir ao incrível time do Vasco da Gama. Nós temos um imenso respeito pela rica história de sucesso do Vasco e seu papel pioneiro no apoio à inclusão social no esporte brasileiro. Estamos ansiosos para investir em uma cidade com uma das melhores concentrações de talentos no mundo, em um país que vive e respira futebol, assim como nós – disse um dos sócios-fundadores do 777, Josh Wander.

No acordo, também fica estabelecido que São Januário continuará a ser propriedade da associação. O clube-empresa, controlado pelos novos proprietários, assumirá a gestão do estádio por meio de um contrato de aluguel, que terá 50 anos de duração, prorrogáveis por mais 50.

– O CRVG irá transferir seus ativos de futebol e cederá o direito de uso do estádio de São Januário para a SAF, enquanto mantém a propriedade das suas sedes: Calabouço, Lagoa e Complexo de São Januário – informou a nota.

Os custos do complexo esportivo passarão a ser de responsabilidade da SAF. Isso fará com que a associação reduza drasticamente seus gastos no cotidiano, pois a manutenção de São Januário representa grande parte deles.

Quem é o investidor

A 777 Partners foi fundada em 2015. Com sede em Miami, nos Estados Unidos, a companhia investe em diferentes ramos: aviação, serviços financeiros, seguros, mídia e entretenimento.

No futebol, a empresa comprou integralmente o Genoa, da Itália, e adquiriu participação minoritária no Sevilla, da Espanha. Também há interesse em comprar outras equipes, na Europa e fora dela.

A 777 também tem participações sobre uma empresa que atua no futebol brasileiro, a 1190 Sports, responsável por vender direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro.

Ainda no ramo das transmissões do futebol, a companhia investe na Fanatiz, serviço de streaming que exibe, principalmente, campeonatos de futebol para o mercado dos Estados Unidos.

Leia a nota do Vasco:

“O Club de Regatas Vasco da Gama e a 777 Partners anunciam que assinaram um memorando de entendimento para um investimento no futebol do Vasco da Gama.

A proposta não vinculante da companhia de investimentos norte-americana é aportar R$ 700 milhões em troca de 70% de participação na Vasco da Gama Sociedade Anônima do Futebol (“Vasco SAF”) a ser constituída. Incluindo a dívida de R$ 700 milhões a ser assumida pelo Vasco SAF, a oferta valoriza a SAF em R$ 1,7 bilhão, tornando esta a maior transação da história do futebol brasileiro.

A 777 Partners concordou em fazer ao CRVG um empréstimo-ponte de R$ 70 milhões, conversível em ações do Vasco SAF no fechamento da transação.

Durante um período de 90 dias, a 777 Partners irá conduzir uma due diligence confirmatória para que se possa finalizar o investimento, que ainda será sujeito à aprovação dos sócios do CRVG na Assembleia Geral.

A transação ajudará o Vasco a recuperar seu papel de protagonista no futebol brasileiro e internacional. A 777 Partners atuará como um parceiro estratégico de longo prazo para viabilizar os planos ambiciosos e o futuro sustentável do Vasco.

O Vasco SAF será o principal investimento da 777 Partners na América do Sul, e o Vasco utilizará a rede de empresas da 777 para modernizar o clube com acesso a novas tecnologias de mídia, transmissão e utilização de dados para identificação de talentos.

O CRVG irá transferir seus ativos de futebol e cederá o direito de uso do estádio de São Januário para a SAF, enquanto mantém a propriedade das suas sedes: Calabouço, Lagoa e Complexo de São Januário.

A SAF criará condições para que o futebol do Vasco recupere sua alta performance esportiva e para a sustentabilidade de longo prazo do CRVG, e o clube poderá aumentar seus investimentos nos esportes Olímpicos e Paralímpicos.

Fonte: G1