São Paulo vence o Goiás de virada no Morumbi

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Neste sábado, o São Paulo recebeu o lanterna Goiás no Morumbi e venceu por 2 a 1, de virada, no jogo que abriu o segundo turno do Campeonato Brasileiro. O Esmeraldino saiu na frente com Fernandão e Brenner empatou para o Tricolor ainda na primeira etapa. No segundo tempo, Igor Gomes virou para os mandantes. Com o resultado positivo, os comandados de Fernando Diniz confirmaram a boa fase na competição após a goleada sobre o Flamengo no Maracanã.

No primeiro tempo, o Tricolor iniciou superior em campo, porém o Goiás aproveitou uma confusão de Volpi e Bruno Alves para abrir o placar com Fernandão. Apesar disso, os mandantes logo chegaram ao empate com um gol de cabeça de Brenner, que precisou do auxílio do VAR para ser confirmado. O centroavante voltou a ter uma chance antes do intervalo, porém Tadeu brilhou e evitou a virada.

A segunda etapa do Tricolor esteve longe de ser iluminada. O time inclusive viu Fernandão assustar em duas cabeçadas, porém conseguiu chegar ao gol da virada em um preciso chute de Igor Gomes de fora da área.

Com o resultado, o São Paulo foi aos 33 pontos, na terceira colocação. O próximo compromisso do time é pelas quartas da Copa do Brasil, enfrentando o Flamengo na quarta-feira, às 21h30, no Maracanã. Enquanto isso, o Goiás estacionou nos 12, na lanterna. Na próxima rodada do Brasileirão, a equipe recebe o Athletico Paranaense, no sábado que vem, às 17h.

O jogo – O São Paulo iniciou a partida com uma blitz ofensiva e levou perigo com Igor Gomes, que arriscou chute forte de longe e parou em defesa de Tadeu. Na sequência, Luciano testou na pequena área e o defensor do Goiás bloqueou, evitando o gol.

Porém, quem abriu o placar no Morumbi foi o Goiás. Vinícius tabelou com Fernandão e saiu na cara de Volpi. O goleiro se enroscou com Bruno Alves e a bola ficou oferecida para o centroavante do Esmeraldino, que mandou para as redes. Cinco minutos depois, o Tricolor chegou ao empate. Juanfran cruzou da direita e Brenner mostrou muito oportunismo para testar firme. Tadeu fez grande defesa, mas a bola já havia cruzado a linha, como confirmou em seguida o VAR.

Depois de deixar tudo igual, o Tricolor permaneceu no ataque e levou perigo novamente com Brenner. Dessa vez, ele trouxe para a esquerda, finalizou forte e parou em grande defesa de Tadeu.

O segundo tempo iniciou mais morno, com o São Paulo assustando pela primeira vez aos 12 minutos. Luciano deu belo passe para Brenner, que ficou de frente para Tadeu, mas tirou demais da meta. O Tricolor não conseguiu chegar por um bom tempo e ainda tomou dois sustos atrás. Duas vezes de cabeça, Fernandão tirou tinta da trave e ainda exigiu boa defesa de Volpi.

Apesar do momento de instabilidade, o São Paulo chegou ao gol da virada com Igor Gomes aos 33 minutos. Após lançamento cortado pela zaga do Goiás, o meia dominou e desferiu chute preciso no canto direito para colocar a equipe à frente. Depois do gol, o Tricolor manteve a posse de bola e voltou a levar perigo com Hernanes, que invadiu a área e parou novamente em Tadeu, que fez mais uma vez uma intervenção importante no jogo. Antes do apito final, ainda deu tempo de Breno chegar duro em Volpi, receber o segundo cartão amarelo e ser expulso.

SÃO PAULO 2 X 1 GOIÁS

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 7 de novembro de 2020, sábado
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)
Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE)
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)
Cartões amarelos: Gabriel Sara e Luan (São Paulo); Breno (Goiás)
Cartão Vermelho: Breno (Goiás)

GOLS:
São Paulo: Brenner (25 minutos do 1º tempo) e Igor Gomes (33 minutos do 2º tempo)
Goiás: Fernandão (19 minutos do 1º tempo)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran (Igor Vinícius), Diego Costa (Pablo), Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Vitor Bueno (Hernanes), Igor Gomes e Gabriel Sara (Arboleda); Brenner (Rodrigo Nestor) e Luciano.
Técnico: Fernando Diniz.

GOIÁS: Tadeu; Juan Pintado, Chico (Heron), David Duarte e Caju; Ariel Cabral, Gilberto Júnior (Sandro) e Breno; Douglas Baggio (Victor Andrade), Fernandão (Rafael Moura) e Vinícius
Técnico: Enderson Moreira.

Fonte: Yahoo! – Foto: Miguel Schincariol/saopaulofc.net

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes