São Paulo recebe o Athletico-PR pelo Campeonato Brasileiro

O São Paulo recebe o Athletico-PR neste domingo, às 19h (de Brasília), no estádio do Morumbi, em sua estreia no Campeonato Brasileiro. A partida também marcará o reencontro do time e torcida após a traumática final do Paulistão.

Para essa partida, o técnico Rogério Ceni não poderá contar com Rodrigo Nestor, que trata uma entorse no tornozelo esquerdo, e Gabriel Sara, com uma entorse no tornozelo direito.

A tendência é que o São Paulo entre em campo com um time bem semelhante ao que enfrentou o Palmeiras no Allianz Parque. Como Nestor está lesionado, Nikão deve preencher a vaga, uma vez que não viajou para enfrentar o Ayacucho, do Peru, no meio de semana, assim como todos os titulares na final do Paulistão.

A partida, inclusive, será especial para Nikão, já que enfrentará o Athletico-PR pela primeira vez desde que deixou o clube que defendeu por sete temporadas e ganhou alguns dos títulos mais importantes da história do Furacão.

Pelo lado do Athletico-PR, o confronto também será especial, pois marcará o reencontro de Pablo e Vitor Bueno com o São Paulo. Ambos tiveram seus contratos rescindidos no início deste ano e agora buscam dar a volta por cima no Furacão.

Pedro Rocha, que vinha tratando uma lesão na panturrilha, está completamente recuperado e pode reforçar a equipe de Alberto Valentim no Morumbi. Outra possível novidade é o atacante Vitinho, uma das principais contratações do Athletico-PR para a atual temporada e que foi preservado na estreia do Furacão na Libertadores para aprimorar a forma física.

SÃO PAULO X ATHLETICO-PR

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo
Data: 10 de abril de 2022, domingo
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa-RJ)
Assistentes: Thiago Henrique Farinha (RJ) e Thiago Rosa de Oliveira (RJ)
VAR: Rodrigo nunes de Sá (VAR Fifa-RJ)

SÃO PAULO: Jandrei; Rafinha, Diego Costa, Léo e Welington; Pablo Maia, Igor Gomes, Alisson e Nikão; Eder e Calleri.
Técnico: Rogério Ceni.

ATHLETICO-PR: Bento; Khellven, Pedro Henrique, Lucas Halter e Abner; Christian, Hugo Moura e David Terans; Cirino, Cuello e Pablo.
Técnico: Alberto Valentim.

Fonte: Yahoo!