‘Pensas que moras na Suíça?’, teria dito delegada a mulher vítima de abuso

Delegada teria gritado para a vítima “Quem mandou dormir de porta aberta? Pensas que moras na Suíça?” (Foto: Reprodução/RBS TV)

A Polícia Civil apura a denúncia de que uma delegada de Balneário Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina, teria agredido verbalmente uma mulher que relatou ter sofrido abuso sexual. Segundo o relato de um policial militar, ela teria gritado para a vítima “Quem mandou dormir de porta aberta? Pensas que moras na Suíça?”. O G1 e a RBS TV não conseguiram contato com a delegada.

Denúncia

A PM acompanhou a mulher até a delegacia. Ela disse aos policiais militares que um homem invadiu a casa dela e cometeu abuso sexual.

Na delegacia, porém, ela não recebeu o tratamento adequado, segundo o documento com a denúncia do policial militar. “A guarnição conduziu as partes envolvidas para a delegacia onde, para a surpresa de todos, durante os procedimentos internos na Dpco [Delegacia de Polícia da Comarca], ouviu-se a delegacia de plantão Drª Daniela Elisa de Souza Bruce gritar para a vítima”, diz o relato

Delegado regional Davi Queiroz (Foto: Reprodução/RBS TV)

O delegado regional Davi Queiroz se pronunciou sobre o caso. “A delegada, não posso dizer se agiu corretamente ou não. O que eu posso dizer é que ela justificou a sua conduta e que, portanto, ela está embasada na lei. Ela disse que não entendeu, no caso concreto, naquela avaliação perfunctória, que havia os requisitos para os crime de estupro: violência ou grave ameaça notadamente. E que também não entendeu o dolo daquela pessoa em praticar o crime de estupro, praticar algum ato libidinoso. Que, portanto, caracterizou a conduta como invasão de domicílio”, disse à RBS TV.

Sobre os gritos da delegada, o delegado regional disse que vai apurar.

Fonte: G1