Ministério da Defesa anuncia envio de mais de sete toneladas de materiais em ajuda humanitária para o Haiti

O Ministério da Defesa anunciou, neste sábado (21), o envio de cerca de sete toneladas de materiais de emergência para Porto Príncipe, no Haiti. O voo da Força Aérea Brasileira (FAB) está previsto para decolar na manhã deste domingo (22), de Brasília, e também levará três toneladas de medicamentos, de acordo com a pasta.

A ajuda humanitária do governo brasileiro ocorre após o Haiti ser atingido por terremotos desde o último sábado (14), além de um ciclone tropical na segunda-feira (17). Mais de 2,1 mil pessoas morreram.

De acordo com o ministério, os equipamentos de emergência são do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, de Minas Gerais e também da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP). Uma equipe de 32 militares também deve embarcar.

Já os medicamentos e insumos estratégicos são uma doação do Ministério da Saúde. A colaboração inclui macas, colares cervicais e biombos. Segundo o governo federal, a quantidade é suficiente para atender até dez mil pessoas.

Terremoto

No último sábado (14), o Haiti sofreu um terremoto de magnitude 7.2, maior que o registrado no terremoto há 11 anos, que teve intensidade 7 e matou mais de 200 mil pessoas.

O epicentro do fenômeno estava no sudoeste do país, na ponta da península Tiburon, cerca de 130 mil pessoas vivem na área. Ao todo, 2,8 mil edificações ficaram destruídas e outras 5, 4 mil danificadas.

No domingo (15), outro tremor atingiu o país, desta vez de magnitude 5,9. Já na quarta-feira (18), houve mais um, de magnitude 4,9.

Ainda nesta semana, na noite de segunda-feira (16), o Haiti foi atingido pelo ciclone tropical Grace, que levou fortes chuvas e rajadas de vento de até 75 km/h ao Haiti. A região sudoeste do país, a que mais sofreu com o terremoto, foi justamente a mais atingida pelo ciclone.

Fonte: G1 – Foto: Ministério da Defesa/Divulgação

Scroll Up