Laudo confirma que ossada achada perto de moto queimada é de investigador que estava desaparecido

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A ossada humana encontrada próximo à moto do investigador de polícia que estava desaparecido há mais de um ano teve resultado positivo no laudo do DNA, que confirma que o material genético é de Rodrigo de Campos Pereira, de 35 anos.

O exame foi feito após coleta de amostras no dia 18 de maio de 2020, quando a ossada foi encontrada perto da moto dele, que estava queimada, em um terreno no Jardim Lírio, em Tatuí (SP).

O investigador estava desaparecido há mais de um ano, desde 11 de fevereiro de 2019, quando saiu de casa para levar a namorada para o trabalho e passar em uma agência bancária.

Rodrigo Pereira estava desaparecido desde 11 de fevereiro de 2019 — Foto: Reprodução/Facebook
Rodrigo Pereira estava desaparecido desde 11 de fevereiro de 2019 (Foto: Reprodução/Facebook)

Ainda conforme a polícia, o próximo passo da investigação é identificar a causa da morte, que ainda não foi constatada.

Rodrigo de Campos Pereira foi velado no início da tarde desta quarta-feira e o enterro foi no cemitério de Cesário Lange (SP).

Desaparecimento

Rodrigo Pereira de Campos mora em Tatuí (SP) e desapareceu em fevereiro de 2019 — Foto: Reprodução/Facebook
Rodrigo Pereira de Campos morava em Tatuí (SP) e desapareceu em fevereiro de 2019 (Foto: Reprodução/Facebook)

Rodrigo morava em Tatuí e trabalhava na delegacia de Capela do Alto (SP) como investigador. De acordo com a polícia, no dia do desaparecimento, em 11 de fevereiro de 2019, ele estava de férias e saiu de casa com a motocicleta para levar a namorada até Capela do Alto, onde ela trabalhava como escrivã na mesma delegacia onde ele atuava.

Por volta das 11h daquele dia, Rodrigo contou à mãe que ia almoçar com um colega de trabalho e, na sequência, ia para Boituva resolver problemas bancários e visitar o filho, que reside na cidade. Porém, não enviou mais informações e não retornou para a casa.

Imagens do policial em banco circularam pelas redes após o desaparecimento do policial civil de Tatuí — Foto: Reprodução/Facebook
Imagens do policial em banco circularam pelas redes após o desaparecimento do policial civil de Tatuí (Foto: Reprodução/Facebook)

Imagens da agência bancária que circularam nas redes sociais mostram o investigador na agência bancária por volta das 13h46 do dia 11. Essa foi a última imagem registrada do investigador obtida pela polícia.

Moto do investigador da Polícia Civil de Tatuí que estava desaparecido havia mais de um ano foi encontrada queimada — Foto: Arquivo Pessoal
Moto do investigador da Polícia Civil de Tatuí que estava desaparecido havia mais de um ano foi encontrada queimada (Foto: Arquivo Pessoal)

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes