Jovem ferido em Bruxelas escapou de atentados em Boston e Paris

O jovem Mason Wells, de 19 anos, ficou ferido nos ataques no aeroporto de Bruxelas, na Bélgica, nesta terça-feira. Segundo a “ABC News”, ele também sobreviveu ao atentado na Maratona de Boston, em 2013, e estava em Paris no ano passado quando o Estado Islâmico cometeu um atentado.

Segundo a família do jovem, que é um missionário mórmon, ele teve um tendão rompido, ferimentos causados por estilhaços e queimaduras de segundo grau nas mãos e no rosto.

“Este é seu terceiro ataque terrorista. Esta é a terceira vez que, infelizmente, na nossa sociedade, que nós temos uma conexão com uma explosão de bomba. Vivemos em um mundo perigoso e nem todo mundo é gentil e amável”, disse o pai do jovem, Chad Wells.

Chad Wells, pai do jovem Mason WellsChad Wells, pai do jovem Mason Wells (Foto: Reprodução)

Chad disse que ele e o filho estavam a apenas uma quadra do local do bombardeio da Maratona de Boston, em 2013. E no ano passado o jovem estava em Paris no dia 13 de novembro, quando ocorreram os atentados. Mason está internado num hospital belga e deve se recuperar completamente. O pai disse que o filho é um “menino forte” e foi capaz de ficar calmo durante os ataques.

Além de Mason, outros mórmons ficaram feridos no ataque. Eles fazem parte da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, de Utah, nos Estados Unidos. Os missionários são Richard Norby, de 66 anos, e Joseph Empey, de 20 anos.

Mason Wells com o amigo Joseph Empey (Foto: Reprodução)

Fonte: Extra

Scroll Up