Grupos criminosos mataram dezenas de pessoas na Nigéria no fim de semana

Homens armados mataram dezenas de pessoas, incluindo 11 membros das forças de segurança, em dois ataques no fim de semana no centro e no norte da Nigéria, disseram autoridades locais.

Várias gangues criminosas, apelidadas localmente de “bandidos”, atacam aldeias, roubam gado e matam moradores do centro e noroeste da Nigéria há anos. Nos últimos meses, a violência aumentou.

No primeiro ataque, realizado no sábado, mais de 100 homens em motocicletas atacaram a cidade de Galadiman Kogo, no distrito de Shiroro, disse o governador do Estado do Níger (centro), Sani Bello, em um comunicado.

Os agressores, “mais de 100, teriam invadido a cidade em plena luz do dia, matando 11 membros […] das forças de segurança e vários moradores e ferindo muitos outros”, explicou Bello.

Segundo ele, muitos criminosos também foram mortos em confrontos com a polícia.

No outro ataque, no domingo, homens armados atacaram a vila de Kurmin Masara, no distrito de maioria cristã de Zangon Kataf, matando 11 civis e queimando mais de 30 casas, disse Samuel Aruwan, comissário de segurança interna do estado de Kaduna (norte).

Além disso, vários cidadãos foram feridos por balas, segundo o texto.

O presidente Muhammadu Buhari, cujo segundo e último mandato termina no próximo ano, está sendo fortemente criticado por sua incapacidade de lidar com esses grupos.

Fonte: Yahoo!