Governo do Estado reforça apelo para que cidadãos evitem viagens no feriado da Páscoa

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Com a aproximação do feriado da Páscoa, no próximo domingo (4), precedido pela Sexta-feira Santa (2), o Governo do Estado de SP reforça o apelo que vem fazendo à população para que evite viagens desnecessárias neste período. O pedido já havia sido feito em razão da antecipação de cinco feriados municipais de 2021 e 2022, entre os dias 26 de março até 4 de abril.

O objetivo é desestimular o aumento do fluxo de veículos rumo às praias do litoral paulista durante o feriado prolongado na capital e a fase emergencial do Plano SP, que foi prorrogada até o dia 11 de abril como medida para frear o aumento de novos casos, internações e mortes pelo coronavírus e conter a sobrecarga em hospitais.

Para isso, o Governo suspendeu até o dia 4 de abril a operação descida na Rodovia dos Tamoios (SP 099), um dos principais acessos às praias do Litoral Norte do estado, e também no Sistema Anchieta Imigrantes (SAI), que leva às praias do Litoral Sul.

A decisão atendeu o pedido dos prefeitos das cidades para conter o excesso de visitantes e foi adotada após rigorosas avaliações técnicas e de segurança viária para os usuários do sistema realizadas por técnicos da ARTESP (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo), da concessionária Tamoios, da concessionária Ecovias e de representantes dos municípios da Baixada Santista, Litoral Sul e Litoral Norte.

A ARTESP tem orientado os usuários a evitarem viagens desnecessárias e a adotarem as medidas de proteção. Além disso, a ARTESP e as concessionárias reforçam em mensagens nos painéis eletrônicos das rodovias sobre a importância do isolamento social como forma de conscientizar motoristas e passageiros a ficar em casa e contribuir de maneira decisiva para evitar a contaminação pela COVID-19.

Barreiras sanitárias

Drones também serão utilizados no monitoramento rodoviário a fim de identificar aumento no fluxo de veículos pelas rodovias de acesso ao litoral paulista e nas rodovias litorâneas. Além disso, vários municípios da região decidiram adotar a implantação de barreiras sanitárias de controle de entrada, com apoio da Secretaria de Segurança Pública do Estado de SP, e restrição de atividades econômicas com essa mesma finalidade.

Fonte: Governo do Estado de SP

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes