Chile, Peru e Bolívia restringem entrada de viajantes

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Para tentar combater o surto de coronavírus, Peru, Chile e Bolívia anunciaram medidas de fechamento de fronteiras ou suspensão de voos nesta quinta-feira (1º).

Os países enfrentam altas no número de contágios. Cada um adotou medidas específicas. O Chile fechou todas as suas fronteiras. Já a Bolívia proibiu apenas a entrada de pessoas do Brasil. O Peru suspendeu voos do Brasil, Reino Unido e África do Sul.

Fronteiras fechadas no Chile

O Chile decidiu fechar suas fronteiras a partir do dia 5 de abril, informou nesta quinta-feira (1º) o porta-voz do governo Jaime Bellolio.

A princípio, a medida terá validade de um mês, e valerá tanto para cidadãos chilenos como para estrangeiros.

Haverá exceções para situações específicas que serão analisadas pelas autoridades.

Os caminhões que que atravessam as fronteiras terrestres para abastecer o país terão autorização, mas os motoristas precisarão apresentar um teste de PCR negativo feito nas 72 horas anteriores à entrada no Chile.

Voos suspensos no Peru

O Peru prorrogou até 15 de abril a suspensão dos voos do Brasil, Reino Unido e África do Sul para tentar evitar a entrada de novas variantes do coronavírus. O país enfrenta uma segunda onda da pandemia, informou o governo nesta quinta-feira.

“Dado que a situação epidemiológica da Covid-19 está em desenvolvimento com a confirmação de uma variante do Sars-Cov-2, se faz necessário manter a suspensão dos voos de passageiros do Reino Unido, África do Sul e Brasil de 1º a 15 de abril”, afirma decreto publicado no Diário Oficial.

O Peru restringiu os voos do Reino Unido e da África do Sul em meados de dezembro, e do Brasil a partir de 26 de janeiro, devido às novas variantes mais contagiosas do coronavírus que surgiram nesses países.

A suspensão expirou em 31 de março, e o governo avalia a cada 15 dias se a suspende ou mantém, dependendo da evolução da pandemia.

Bolívia fecha fronteira com o Brasil

O presidente da Bolívia, Luis Arce, anunciou pelo Twitter que as fronteiras com o Brasil serão fechadas por sete dias. A expectativa é que isso aconteça a partir da 0h desta sexta-feira (2) e que uma espécie de lockdown seja feito nas cidades fronteiriças.

O objetivo das medidas bolivianas é prevenir a entrada da variante brasileira P.1 no país.

Argentina sem voos, Uruguai proibiu brasileiros

Na Argentina, os voos que fazem ligação com Brasil, Chile e México estão suspensos desde o último dia 27. A medida vale por tempo indeterminado.

O Uruguai fechou a fronteira com o Brasil, mas abrem exceções para cidadãos uruguaios, estrangeiros residentes, parentes de uruguaios ou que esteja em missão humanitária ou por conta de reunião familiar.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes