Forças de Segurança intensificam combate contra a exploração sexual em Botucatu

Na noite da quarta-feira (16), a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), a Polícia Militar e a Guarda Municipal realizaram mais uma fiscalização em pontos de prostituição da cidade de Botucatu.

Os policiais passaram por bares e esquinas onde garotas de programa e travestis fazem ponto. O primeiro local visitado foi na Vila Santana. Cerca de 30 mulheres e homens foram flagrados oferecendo sexo em troca de dinheiro em ruas, bares e casas.

Os comércios que estavam funcionando fora do horário autorizado por alvará foram fechados. Os frequentadores dos locais foram abordados e passaram por verificação de documentos, mas nenhum suspeito foi preso.

As forças de segurança do município estão trabalhando de maneira integrada na região da Cecap. No local existem muitas denúncias de tráfico de entorpecente, perturbação do sossego público, favorecimento à prostituição, inclusive aliciamento de menores na prostituição.

A GCM instalou câmeras de monitoramento no local para coibir crimes e outros tipos de situações inadequadas. No último dia 4, um travesti foi filmado cheirando dois papelotes de cocaína, além de ter perturbado e constrangido os motoristas e pedestres que passam no local.

Leia MaisCâmeras de monitoramento da GCM flagram travesti com cocaína na Cecap de Botucatu

Investigados

De acordo com as informações do Agência 14 News, três pessoas estão sendo investigadas, sob a acusação de explorarem garotas de programa e travestis, recebendo porcentagem em aluguel de quartos ou venda de bebidas alcoólicas.

Algumas são suspeitas de agenciarem as garotas de programa, o que é proibido por lei. “Nós percebemos uma diminuição de casos, mas vamos continuar agindo porque nosso objetivo é diminuir essa exploração principalmente na região da Cecap. Vamos fazer essas operações para que o combate seja efetivo”, comentou a delegada Simone Alves Tuono.

Leia Notícias com fotos Agência 14 News

Scroll Up