Fernando Cury contrata agência especializada em crise após assédio na Alesp para cuidar da sua imagem. Empresa atendia a Odebrecht

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Após o flagrante de assédio que praticou contra a deputada Isa Penna (PSOL) em uma sessão pública na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo), na última semana, o deputado estadual de Botucatu, Fernando Cury (Cidadania), contratou a empresa CDN Comunicação para tentar controlar a crise que gira em torno de sua imagem.

Procurado mais uma vez pela reportagem, o deputado, que só havia até então se comunicado por nota, repassou através de seu assessor de imprensa o “contato da pessoa responsável por cuidar especificamente desse caso”.

A pessoa é Milton Abrucio Junior, diretor geral da CDN que, em sua descrição no Linkedin, afirma ser especialista em gestão de crises com imprensa e público.

Entre as empresas atendidas pelo diretor da CDN, de acordo com seu portfólio, está a Odebrecht. A CDN afirma ter equipe de 20 pessoas divididas nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Washington.

Revista Fórum

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes