Ex-vocalista da banda Calcinha Preta é assassinado na própria casa

Foi encontrado morto em casa ontem José Aparecido da Silva, o primeiro vocalista da banda Calcinha Preta, mais conhecido como Sidney Chuchu. O caso foi registrado como homicídio em Nossa Senhora do Socorro, na Região Metropolitana de Aracaju, em Sergipe.

A Splash, a Secretaria de Segurança Pública do estado afirmou que a causa da morte foi um golpe de arma branca — termo técnico para designar objetos que podem ser usados para ferir ou matar, mas cuja utilização normal é outra.

O corpo foi encontrado na casa onde o músico morava há dois anos por uma testemunha que chamou a Polícia Militar. A investigação sobre o autor do crime está em andamento, e a Polícia Civil pede que informações e denúncias sejam encaminhadas ao Disque-Denúncia (181).

Segundo o “Balanço Geral CE”, o sepultamento do cantor aconteceu na tarde de hoje em Aracaju. Ainda segundo o programa, os moradores relataram à polícia terem ouvidos gritos e pedidos de socorro. Os familiares acreditam que o companheiro de Sidney Chuchu pode estar envolvido no assassinato.

Sidney foi o vocalista do Calcinha Preta desde a formação da banda, em 1995, até 1998. No Instagram, o grupo publicou uma nota de pesar.

Hoje toda a família Calcinha Preta está de luto! É com grande tristeza e pesar que recebemos a notícia do falecimento de José Aparecido da Silva, o nosso querido Sidney Chuchu, que foi o nosso primeiro vocalista e ficou à frente da Banda Calcinha Preta no período de 1995 a 1998, tendo emplacado sucessos como o hit ‘Onde o Sonho Mora’.

“A família Calcinha Preta deseja seus sinceros sentimentos aos familiares, amigos e fãs do saudoso Sidney Chuchu. Descanse em paz Sidney Chuchu, infelizmente, você nos deixou precocemente, e vai deixar muita saudade, mas, estará para sempre na história da Banda Calcinha Preta e em nossos corações”, concluiu a banda.

Fonte: Splash – Uol

Scroll Up