Diretor diz que São Paulo prioriza contratação de primeiro volante

A negociação para a chegada de Willyan Rocha foi interrompida, como mostrou a reportagem na última segunda-feira. A partir deste cenário, a diretoria do São Paulo redireciona o foco para a contratação de um “primeiro volante”, segundo declaração dada pelo diretor de futebol Carlos Belmonte na noite desta terça-feira.

– Estamos procurando um volante, um primeiro volante. É outra posição que temos só o Luan. Estamos olhando, é a prioridade. Sobre zagueiro, o Diego (Costa) tem se comportado bem, segundo o Ceni. Temos Miranda, Arboleda, Léo, Walce, que deve voltar – disse Belmonte, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Carlos Belmonte, diretor de futebol do São Paulo, declarou que o time quer um volante (Foto: Divulgação / saopaulofc.net)

Sobre Willyan Rocha, Belmonte declarou que o Portimonense fez uma contraproposta fora do alcance do São Paulo. Não há negociação no momento em relação ao zagueiro.

O diretor de futebol ainda confirmou a contratação de Fernando Fernandes como novo coordenador médico do São Paulo e anunciou mudanças a médio prazo no CT da Barra Funda, em meio às reclamações de Rogério Ceni sobre a estrutura do clube.

– Estamos ampliando para a troca de todos os equipamentos da preparação física, em três ou quatro meses. Amanhã ou depois vamos assinar o contrato com uma empresa para mudar tudo. A gente não tinha coordenador médico. Eu posso garantir que quando eu entrei estava 20 anos atrasado. Vamos terminar o ano pelo menos em igualdade com os demais clubes – disse.

Belmonte ainda assegura que o São Paulo busca evoluir na questão de análise de mercado. Segundo o dirigente, o clube negocia com um parceiro para reforçar esta questão estrutural.

– Estamos em negociação para a análise de mercado espanhola, inglesa e do Equador. Essa do Equador é usada pelo Palmeiras e pela CBF. Estamos trabalhando para ver qual a melhor, qual se adequa ao nosso financeiro. Precisamos avançar nesta área (…). O torcedor pode acreditar que vamos terminar o ano muito bem, muito melhor – encerrou o dirigente.

Fonte: G1