Criança de 12 anos é levada para dar à luz e polícia apura estupro

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A Polícia Civil da cidade de Prado, no extremo sul da Bahia, investiga o caso de estupro de vulnerável contra uma criança de 12 anos, que estava grávida e foi levada para o hospital municipal da cidade no domingo, para um parto prematuro.

O bebê morreu. Um homem de 46 anos, que acompanhava a criança no hospital é suspeito, segundo a polícia, de ser o pai do bebê. Ele foi encaminhado para a delegacia e liberado. Pela legislação brasileira, criança de até 13 anos não tem poder de consentir o sexo.

O homem que mantiver conjunção carnal ou praticar ato libidinoso com garotas de 13 anos ou menos é enquadrado no crime de estupro de vulnerável, com pena de até 15 anos de prisão.

Fonte: Universa

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes