19 de junho, 2024

Últimas:

Como funciona a censura de jogos no Brasil? Veja aqui alguns dos jogos banidos e o motivo por trás da proibição

Anúncios

As questões de censura de jogos no Brasil relação tendem a se basear em preocupações de que menores serão prejudicados pela exposição a videogames com fala e imagens violentas. Não é à toa que jogos como Mortal Kombat, Doom, Carmageddon e Bully foram banidos neste país devido à violência excessiva. Enquanto isso, o Counter-Strike foi bloqueado por um tempo devido a conteúdo que viola a ordem social ou ameaça os direitos democráticos, o estado e a segurança pública.

Atualmente, os cassinos terrestres são proibidos, bem como as apostas em jogo de bicho. No entanto, jogos e cassinos online não apenas são permitidos, como contam com bônus de boas-vindas e incentivos, como o codigo ggbet, para atrair usuários legalmente.  

Anúncios

Qual o sistema de Classificação Indicativa no Brasil?

O atual sistema de Classificação Indicativa brasileiro (ClassInd) é dividido em 6 seções diferentes, da classificação Livre ao +18. Com base em 3 temas – sexo, violência e drogas -, o vídeo-games são classificados e, se necessário, censurados.

Estes são os limites de cada categoria:

Anúncios

  • L (Livre para todos os públicos): Contém conteúdo adequado a todos os públicos (e não deve conter elementos impróprios para menores de 10 anos).
  • 10 (Não recomendado para menores de 10 anos): Pode conter conteúdo não recomendado para espectadores menores de 10 anos. Podem conter exposição de armas com violência, linguagem branda, conteúdo educativo sobre sexo, descrição do uso de drogas lícitas e/ou discussão sobre o tema drogas.
  • 12 (Não recomendado para menores de 12 anos): Pode conter conteúdo não recomendado para espectadores menores de 12 anos. Podem conter atos violentos, linguagem grosseira moderada, nudez parcial, insinuações sexuais e/ou uso de drogas lícitas.
  • 14 (Não recomendado para menores de 14 anos): Pode conter material não recomendado para espectadores menores de 14 anos. Podem conter morte intencional, linguagem forte, nudez e/ou descrição de uso de drogas ilegais.
  • 16 (Não recomendado para menores de 16 anos): Pode conter material não recomendado para espectadores menores de 16 anos. Podem incluir violência gratuita, violência sexual se não explícita, linguagem forte frequente, atividade sexual intensa e/ou produção e uso de drogas ilegais.
  • 18 (Não recomendado para menores de 18 anos): Pode conter material não recomendado para espectadores menores de 18 anos. Podem conter violência de impacto muito forte (violência gráfica), glamourização da violência, sexo explícito, violência sexual explícita e/ou elogio ao uso de drogas ilícitas.

Quais jogos já foram banidos no Brasil?

A censura no Brasil não é nenhuma novidade. Afinal, até os anos 90 estes jogos eram proibidos no mercado brasileiro. Entretanto, depois que sua entrada foi permitida no país, alguns jogos foram banidos por motivos simples, enquanto outros sofreram por razões sérias.

Por exemplo, Duke Nukem 3D foi banido em 1999 devido a um tiroteio em um cinema de São Paulo que se parecia muito com o primeiro nível do jogo. O atirador disse que se inspirou no jogo. Doom, Mortal Kombat, Requiem Avenging Angel, Blood e Postal foram banidos simultaneamente, para evitar a violência generalizada. Entretanto, Grand Theft Auto foi banido em 1997 por glamourizar o roubo de carros, onde os jogadores podiam também atropelar pedestres.

Counter-Strike: O polêmico mapa “Rio”

Este jogo foi temporariamente banido devido a um mapa modificado chamado “Rio”, vagamente modelado após o Rio de Janeiro. As autoridades alegaram que o mapa fazia parte da história e envolvia o jogador, com uma equipe de traficantes, mantendo reféns pacificadores da ONU e atirando em policiais militares brasileiros.

No entanto, o mapa era um mod não oficial criado por terceiros, não controlado pela empresa de negócios que criou o Counter-Strike. Devido ao clamor público, a proibição foi levantada um ano depois.

Bully

Este jogo foi banido devido à sua representação da violência escolar. Feito pela Rockstar Games e distribuído principalmente no Brasil pela Revista JPF, o jogo permitiu que os jogadores representassem a vida de um estudante de 15 anos e decidissem como lidar com professores e panelinhas em um internato.

Esta foi a única proibição a ser realmente aplicada, já que o jogo não foi vendido pela Steam no Brasil. Quem fosse flagrado vendendo ou mesmo possuindo o jogo incorreria em multa diária de R$ 1.000,00. No entanto, a proibição foi levantada em 2016.

Everquest

Everquest foi banido porque os censores afirmaram que “o jogador pode tomar decisões moralmente ambíguas, portanto, o jogo é prejudicial à saúde mental do consumidor”. Fascinantemente, o jogo nem foi lançado comercialmente no país antes do banimento.

O PROCON afirmou, à época, que “os videogames que utilizam a violência conseguem formar indivíduos agressivos, deixando evidente que é forte sua influência no psiquismo, reforçando a atitude agressiva contra determinados indivíduos e grupo social”.

GTA IV: Episodes from Liberty City

Em 2010, os tribunais brasileiros implementaram a censura de jogos ao GTA IV. Sua comercialização foi proibida, já que o jogo usa uma música cantada e composta por uma dupla brasileira de pai e filho como parte de sua trilha sonora.

No entanto, como os criadores do GTA não buscaram a devida permissão do compositor para usar a música, essa proibição foi imposta. Eventualmente, a Rockstar Games intensificou e o problema foi resolvido. A venda do videogame foi retomada em 2012.

Talvez te interesse

Últimas

Em sua 4ª edição, a Tattoo Week Online acontece nos dias 19, 20 e 21 de julho, das 11h00 às...

Categorias