Como é o primeiro cio das cachorras?

Conheça os principais sintomas e cuidados com seu pet no ciclo reprodutivo

Adotar um filhote de cachorro é sempre uma alegria. Os primeiros meses são de muita diversão e descoberta. É o período em que o tutor ensina truques e o que pode ou não pode em relação ao comportamento.

Mas quem tem uma cadela passa por uma fase diferente e que pode ser incômoda para muitos donos: o cio. O primeiro ciclo reprodutivo ocorre a partir dos 6 meses de idade e pode ser um pouco difícil para a sua amiguinha de quatro patas.

É nessa hora que muitos tutores buscam por uma unidade veterinária para realizar a castração de forma segura e, com isso, evitar algumas doenças no sistema reprodutivo e nas mamas. Mas, antes que o procedimento aconteça, aqui vão algumas questões em relação ao primeiro cio das cadelas que você precisa saber.

Fases do ciclo reprodutivo

O cio de uma cadela é quando o animal atinge a maturidade sexual. É a partir daí que você sabe que ela pode se reproduzir. Mas não se assuste se sua cadela chegou aos 6 meses e ainda não passou por essa fase. Existe uma variação de animal para animal e o normal é que este primeiro cio ocorra até os 12 meses de idade.

O porte do animal também pode interferir. Há especialistas que apontam que cadelas de pequeno porte tendem a se desenvolver mais precocemente que as maiores. Da mesma forma, a duração e a frequência do ciclo variam entre os pets.

O cio, na verdade, é só uma etapa. O ciclo todo é dividido em 4 fases: proestro, estro, diestro e anestro.

  • Proestro: fase inicial da estimulação hormonal. A cadela começa a liberar feromônios capazes de atrair cães machos, mas não pode cruzar. Há secreção vermelha;
  • Estro: quando a cadela está no período fértil. Ela se torna receptiva a cruzar e pode não haver mais secreção;
  • Diestro: se houve fecundação, nessa fase os hormônios funcionam para manter a gestação. Todas as cadelas passam por essa fase, mesmo as que não cruzaram. É aqui que pode acontecer a gravidez psicológica;
  • Anestro: período de recuperação pós-gestação ou pós-diestro para cadelas que não engravidaram.

Sintomas e comportamentos

Agora que você já sabe quais as fases do ciclo hormonal e que o cio não é um evento isolado, é preciso entender o que esperar de sintomas e comportamentos nesse primeiro cio das cadelas.

Antes do cio, no proestro, três sintomas são bem característicos: o aumento da vulva, a vermelhidão nessa região e a liberação de secreção com um pouco de sangue, embora seja leve e não venha com os tons escuros de vermelho. Nessa fase, é possível notar que as cadelas tendem a lamber a região íntima com frequência para fazer a secreção parar.

Já o cio tem algumas características mais marcantes e você deve conhecê-las para saber como agir durante o período. São elas:

  • Carência e necessidade de atenção;
  • Agitação;
  • Inquietação;
  • Tristeza;
  • Mudança de apetite;
  • Choros e uivos;
  • Atração dos machos;
  • Agressividade.

Principais cuidados no cio

Esse período é uma montanha-russa de sentimentos para a cadela. Por isso, é importante estar sempre atento a esse padrão. Dar bastante atenção e carinho pode ajudá-la a passar por essa fase. Fique atento também à alimentação. Se a cadela se recusa a comer a ração normal, tente usar outros artifícios como ração úmida, marcas mais palatáveis e até mesmo misturar alguns legumes ou frutas que não são prejudiciais aos cachorros.

Junto com esse carinho a mais, é importante não brigar com a cadela. A tendência é que seu pet fique mais agressivo, então, se você demonstrar agressividade, o quadro pode piorar muito.

Usar fraldas caninas é uma ótima forma de absorver as secreções e evitar que seu pet suje sofás e camas, caso ele fique sempre dentro de casa. Caso não fique, ainda é uma boa opção para impedir que a cadela fique lambendo a região. Apesar de ser um comportamento comum, o excesso pode provocar ferimentos.

E o principal: se você não quer que sua cadele cruze, é importante mantê-la longe dos machos. A fralda não é sinal de proteção e qualquer descuido pode ocasionar um cruzamento.

Seguindo essas dicas, você só precisa ter paciência. O ciclo total dura, em média, 21 dias. É comum que o ciclo se repita 2 vezes por ano. Caso você não queira que ela sofra com esses sintomas e, ainda, tenha doenças relacionadas ao sistema reprodutivo, o ideal é realizar a castração logo após o fim do primeiro cio.

Basta procurar uma unidade veterinária de sua confiança e conversar com o profissional. Ele te dará todas as orientações necessárias para o pré e pós-operatório.

 

 

Scroll Up