Cleo Pires diz que precisou de ajuda para sair do ‘fundo do poço’

Cleo Pires, 33, contou que já passou por momentos difíceis em sua vida. A atriz revelou que tem uma sensibilidade muito aguçada e precisou de ajuda para sair do “fundo do poço”. “Algumas vezes na minha vida tive momentos fortemente niilistas. Nada fazia sentido! Achava que não havia saída, eu sentia um desamparo enorme. Isso me fazia mal, estava refém desse sentimento. Aos poucos entendi que isso é reflexo da condição humana. É difícil existir, dói”, contou ela em entrevista à revista ‘Quem’.

A atriz revelou como se sentiu na época em que passou por dificuldades e como superou a fase. “Chegar ao fundo do poço é não achar graça na vida, não fazer questão de viver. Várias pessoas me tiraram do fundo do poço. Todos precisam de ajuda. Eu já precisei de ajuda. Não é mérito contribuir e chegar lá parecendo a rainha da cocada preta. Não gosto dessa coisa de ‘salvadora’. Odeio, não acredito nisso”, explicou ela.

Cleo Pires contou também que hoje faz terapia e continua tendo suas questões. “Pego ajuda em todos os lugares. A terapia, na verdade, é só uma interlocução de um trabalho que você está fazendo consigo mesma. Não é ninguém que vai mudar a sua vida. É você! Faço e tem resultado”, revelou. “Tenho as minhas questões, meus defeitos, minhas qualidades… E não vou ficar sendo apologética por quem sou. Ou gosta ou não gosta! Vou fazer o que quero. Não sei se isso é ser bem resolvida. Mas sofro, me sinto frágil, fico vulnerável. Tenho descoberto isso”, concluiu ela.

Fonte: Yahoo!

Scroll Up