Chuvas causaram 33 mortes no Estado de São Paulo, segundo Defesa Civil

As chuvas que atingem o estado de São Paulo desde sexta-feira (28) causaram 33 mortes, segundo a Defesa Civil. De acordo com dados atualizados na noite de hoje (4), os problemas relacionados ao mau tempo deixaram 14 pessoas feridas, uma desaparecida e 5.572 famílias desalojadas ou desabrigadas.

Desalojados são aqueles que se viram forçados a deixarem suas casas e estão morando na casa de outras pessoas. Já os desabrigados se deslocaram para abrigos públicos após terem suas casas danificadas ou ameaçadas pelas chuvas.

A Defesa Civil informou que as ocorrências, como deslizamentos, alagamentos, quedas de árvores e muros, foram registradas em 39 municípios do estado. Franco da Rocha, na Região Metropolitana de São Paulo, foi a mais afetada, com 17 mortes até o momento.

Também registraram óbitos nas cidades de Itapevi (1 morte), Arujá (1), Francisco Morato (4), Embu das Artes (3), Várzea Paulista (5), Jaú (1) e Ribeirão Preto (1).
 
A Defesa Civil forneceu, até o momento, 1.012 cestas básicas, 1.316 kits de higiene/limpeza  e 1.154 kits dormitório. O governo do estado anunciou, no domingo (30), a liberação de R$ 15 milhões para um total de 10 cidades. 

Os recursos anunciados estão sendo destinados aos municípios de Arujá (R$ 1 milhão), Francisco Morato (R$ 2 milhões), Embu das Artes (R$ 1 milhão) e Franco da Rocha (R$ 5 milhões), na Região Metropolitana de São Paulo, e Várzea Paulista (R$ 1 milhão), Campo Limpo Paulista (R$ 1 milhão), Jaú (R$ 1 milhão), Capivari (R$ 1 milhão), Monte Mor (R$ 1 milhão) e Rafard (R$ 1 milhão), no interior do estado.

Fonte: Agência Brasil