CBF desiste de sede de Salvador, e Maracanã receberá Brasil x Chile em março pelas Eliminatórias

As medidas de restrição de eventos em Salvador fizeram a CBF trocar o local da partida do Brasil contra o Chile, pela penúltima rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo do Catar. O estádio escolhido é o Maracanã, no Rio de Janeiro.

Os dirigentes reavaliaram a sede de Salvador por conta das medidas contra a Covid-19 que restringiriam acesso ao público. Como a intenção é ter maior público do que as apenas 1,5 mil pessoas liberadas na capital baiana, a CBF voltou seus olhos para o Maracanã, que passa por reforma no gramado.

Palco tradicional da Seleção, o Maracanã ainda não recebeu partida nas Eliminatórias. A última vez pela competição classificatória foi em outubro de 2008, quando empatou com a Colômbia. Alvo constante de críticas, inclusive de Tite em outros momentos, o campo passou por reformas desde o fim do ano passado, ao custo de cerca de R$ 4 milhões aos cofres da Maracanã SA, que gere o estádio, para colocação de nova grama natural e sintética.

Brasil e Chile se enfrentam no dia 24 de março, às 20h30. O estádio, que já recebeu duas finais de Copa (1950 e 2014), é usado regularmente pelos concessionários Flamengo e Fluminense – que precisariam ser consultados para a realização da partida.

A relação da CBF com o Flamengo é de desgaste nos últimos tempos. Mas houve acordo com a concessionária e com os clubes. Os dois times vão ter, porém, jogos antes da Seleção no estádio.

A última vez da Seleção no Maracanã foi na final da Copa América, em 10 de julho do ano passado – com vitória da Argentina (1 a 0) sobre o Brasil.

A CBF confirmou o local do jogo nesta quarta-feira, quando a Conmebol deve oficializar datas e horários das duas últimas rodadas da competição. Havia oferta de do governador do Mato Grosso de jogar em Cuiabá, onde foi realizada a final da Supercopa entre Atlético-MG e Flamengo.

Depois de algumas datas Fifas se reunindo diretamente em São Paulo, treinando em Minas Gerais ou fora do Brasil – como aconteceu em Quito e Bogotá -, a CBF desta vez decidiu por usar o Maracanã, pois vai voltar à Granja Comary, em Teresópolis, para preparação.

Fonte: G1