Pintor é preso suspeito de matar idoso a pauladas e roubar picape dele em Paranapanema

Um pintor de 31 anos foi preso suspeito de matar a pauladas um idoso de 80 anos, durante um roubo na casa dele em Paranapanema, no interior de São Paulo. Segundo a Polícia Civil, Antônio de Paula Gomes estava jantando quando foi abordado pelo criminoso.

A polícia foi acionada na tarde de sexta-feira (18), quando um amigo da vítima a encontrou morta com sinais de violência dentro de casa, que estava bagunçada.

Idoso foi morto dentro de casa em Paranapanema (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais viram que a picape vermelha do idoso não estava na garagem e receberam a informação de que ela tinha sido vista sendo conduzida por outra pessoa na cidade.

Após a denúncia, a Polícia Militar aumentou o patrulhamento na região e encontrou o veículo no bairro Ilha do Sol, com três ocupantes. O motorista foi abordado e, inicialmente, disse que tinha recebido a picape para vendê-la.

Picape vermelha foi apreendida em Paranapanema — Foto: Polícia Militar/Divulgação
Picape vermelha foi apreendida em Paranapanema (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

A perícia foi acionada e os três homens foram levados ao plantão policial. Depois de várias versões, o pintor confessou o crime à Polícia Civil, dizendo que agrediu a vítima com um pedaço de pau na quinta-feira (17) e fugiu com R$ 2 mil.

Ele disse à delegada Janaína Morais que, na sexta (18), voltou à casa do idoso pela manhã e furtou a picape. As informações foram divulgadas nesta quarta (23).

O pintor foi preso em flagrante pelo furto e teve a prisão preventiva decretada pelo latrocínio, que é o roubo seguido de morte. Ele está preso no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cerqueira César.

Conforme o boletim de ocorrência, além da picape e do dinheiro, o homem também roubou uma camisa, uma calça e sapatos do idoso. Um pedaço de madeira com sangue foi apreendido na cama da vítima, e o veículo dela também foi recolhido para perícia.

Ainda segundo a Polícia Civil, o suspeito alegou que é usuário de crack e a motivação do crime foi buscar dinheiro para comprar drogas. Os dois passageiros que estavam com ele no veículo foram ouvidos e liberados.

Fonte: G1