Vilão da dieta: quais são as alternativas para o pão francês no café da manhã?

Apesar de ser, tradicionalmente, um dos principais símbolos do café da manhã, o pão francês não é uma opção muito interessante para aqueles que desejam emagrecer, tendo em vista o seu alto valor calórico. Por isso, é interessante encontrar alternativas para substituir esse tentador item da refeição tida como a mais importante do dia ou, ao menos, diminuir o seu consumo.

Opções para substituir o pão francês no café da manhã

“Podemos substituir o pão francês por pães 100% integrais, preparações com ovos e farinhas com fibra (aveia, chia, linhaça), além de raízes cozidas, como inhame, batata doce, batata baroa e aipim”, indica a nutricionista Ana Paula Moura. O consumo de frutas pela manhã, somado às opções antes mencionadas, eleva ainda mais a qualidade nutricional da refeição.

Receita de panquequinha

A profissional também indica uma receita de panquequinha de aveia, banana e queijo como bom substituto para o pão francês no café da manhã. Os ingredientes são: 2 ovos; 1 colher de sopa cheia de aveia; 1 colher de chá de chia; 1 banana picada em rodelas; e 1 colher de sopa de queijo cottage ou ricota. “Deve-se misturar os ovos e acrescentar todos os outros ingredientes, levar a frigideira com 1 colher de chá de manteiga, dourar em fogo médio os dois lados, retirar da frigideira e consumir”, explica Ana Paula.

Malefícios do pão francês para o emagrecimento

Segundo a especialista, essas alternativas oferecem benefícios que não são encontrados no pão francês, como uma maior quantidade de fibra. “Além disso, são ofertados carboidratos complexos, que controlam a glicemia, e ainda nutrientes (vitaminas e minerais), todos essenciais para regular as reações químicas necessárias para a perda de peso”, destaca.

A falta de fibras aumenta o índice glicêmico do pão francês, o que faz a glicose sanguínea subir rapidamente (a insulina também, consequentemente), o que prejudica o emagrecimento. “A insulina possui várias funções e uma delas é promover a formação de tecido adiposo. Assim, a hiperinsulinemia não é bem-vinda no tratamento da perda de peso. Outro problema do pão francês é que a maioria das pessoas não consegue comer apenas um”.

Fonte: Cuidados Pela Vida