Veja o passo a passo de como criar um site para seu comércio

Lojas virtuais cresceram exponencialmente no último ano, reforçando a importância da presença on-line.

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Diversos setores da economia sofreram drasticamente desde o início da pandemia do novo coronavírus, mas, na internet, foi o contrário. Quem deixou a criação de site de lado foi obrigado a rever essa escolha.

Apenas nos oito primeiros meses de 2020 o crescimento das vendas pela internet foi de 56,8%, segundo Compre&Confie/ABComm. Para quem está ciente das diversas vantagens que o comércio eletrônico oferece, mas não sabe por onde começar, o passo a passo a seguir pode ajudar! Confira.

Monte um plano de negócios

Assim como em qualquer negócio, um site precisa de um planejamento profundo e adequado aos seus objetivos. Ele deve englobar desde os gastos com pesquisa, equipe e divulgação até as despesas fixas, como hospedagem e manutenções técnicas.

Você vai criar um site do zero ou usar templates? Prefere uma plataforma de gerenciamento, como WordPress, ou decidiu contratar uma equipe de TI específica para isso? Tudo entra no papel e no calendário, pois, dependendo do tempo que você planeja ter o site no ar, o custo pode variar.

Escolha a plataforma

Existem diversas plataformas de criação de sites e gerenciamento de conteúdos. Hoje em dia, as mais populares são as CMS. A grande vantagem delas é que não é preciso conhecer programação para montar um site, ou seja, dá para economizar com a parte técnica.

Uma das mais conhecidas é o WordPress. Nele, você pode escolher diferentes tipos de assinatura, contando com benefícios que vão desde hospedagem gratuita até suporte técnico 24 horas.

Faça os registros e a hospedagem

Esta é a etapa mais importante da criação de um site, pois irá garantir que ele vá existir e ficar disponível para acesso na internet. Assim como sua empresa precisa de um CNPJ, o site precisa de um domínio, e isso deve estar incluso no planejamento.

O domínio é por onde seus clientes e buscadores, como o Google, vão encontrar o seu site. O ideal é que ele contemple o seu produto e o nome da sua marca, em cerca de 40 caracteres, no máximo. Sites como Registro BR permitem que você faça toda a documentação necessária e calcule o valor anual.

O pagamento anual do domínio é a garantia do uso exclusivo do endereço, ou seja, a sua URL fica indisponível para outros sites que queiram se registrar com o mesmo nome.

Depois de ter registrado o domínio, é hora de hospedar o seu site. Sem essa etapa, ele não tem como ser publicado, pois o conteúdo não vai estar disponível em um servidor. Existem hospedagens gratuitas, oferecidas por plataformas como WordPress, por exemplo.

Cuide da segurança

Um dos principais aspectos de um e-commerce é que ele deve oferecer segurança avançada, uma vez que os clientes irão realizar transações com dados pessoais. Para garantir essa etapa, você precisará do certificado SSL. É possível comprá-lo ou ativá-lo por meio de plugins, mas, na dúvida, consulte um profissional desenvolvedor para saber qual é a melhor opção no seu site.

Mantenha uma estratégia de conteúdo

Depois de ser registrado, hospedado e publicado, seu site está pronto para receber conteúdo. Mesmo que ele seja voltado para vendas, precisa levar em conta boas estratégias de conteúdo, que passam por uma equipe de redatores excelentes, assuntos relevantes e uma experiência agradável ao usuário.

Nessa hora, o SEO pode ser o seu melhor amigo. Com ele, é possível economizar nos anúncios, além de melhorar o alcance da sua marca de forma orgânica. Leve em consideração que o marketing digital possui diversas camadas. Então, faça uma boa análise da sua intenção de vendas e do seu perfil de público antes de iniciar uma campanha.

Preste atenção a pagamentos, logística e atendimento

Um bom e-commerce só funciona se as vendas acontecem, certo? Quando optam por fazer compras on-line, os clientes esperam facilidade, rapidez e transparência. Aqui, os certificados de segurança entram novamente como fator essencial nas vendas, garantindo privacidade e confiança dos usuários no seu site.

Outro ponto é a logística e o atendimento. Se você utiliza o serviço de transportadoras terceirizadas, tenha em mente que sua equipe de atendimento precisa estar pronta para repassar informações em tempo real. Além disso, invista nas redes sociais como canal de comunicação, divulgação e pesquisa de satisfação.

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes