5 alimentos que não podem ser dados para cães

Veja quais comidas não devem fazer parte da dieta dos cachorros.

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Quando está comendo algo e depara-se com aquele olhar de pidão que só os cachorros sabem fazer, a maioria das pessoas não consegue resistir e acaba dando um pouco da comida para eles.

No entanto, antes de oferecer qualquer alimento, além da tradicional ração sabor carne, por exemplo, é preciso ter bastante cautela, pois os cães devem seguir uma dieta bem restritiva, uma vez que existem diversas comidas que podem ser prejudiciais para a saúde dos nossos fiéis companheiros.

Dessa forma, para evitar qualquer tipo de problema, separamos uma lista com cinco alimentos que são proibidos para os cães. Confira a seguir!

Massas

Bolo, panqueca, salgadinho e outros tipos de massas são alimentos que devem ser evitados. Isso porque o fermento utilizado nas receitas pode acabar expandindo o estômago do cão, resultando em cólicas e gases que vão deixar o animal bastante incomodado.

Além disso, existem alguns casos em que o problema pode ser ainda mais grave e resultar até em ruptura no intestino.

Carne crua

Alimentar os cães com carne crua não costuma ser recomendado pelos especialistas.

Isso porque, nesse estado, a carne pode conter bactérias como a Escherichia coli, com potencial para causar uma intoxicação alimentar bastante grave, que pode levar até à morte.

Portanto, para diminuir os riscos de contaminação e manter o pet sempre saudável, essa prática deve ser evitada. Se for oferecer carne ao animal, opte por cozinhá-la primeiro.

Chocolate

O chocolate é um alimento totalmente proibido para os cães. O motivo é a toxina teobromina, que está presente no ingrediente e é altamente tóxica para os cachorros quando ingerida em grande quantidade.

Dessa forma, se houver qualquer tipo de suspeita que o seu cão comeu muito chocolate, é recomendado procurar um veterinário urgentemente, a fim de evitar uma complicação mais séria.

Doces

Em geral, devido à grande quantidade de açúcar que possuem, os doces são totalmente contraindicados para os cães, pois podem acarretar diversos problemas para o animal, que vão desde obesidade e diabetes até questões dentárias, como a cárie.

Essa contraindicação também vale para os doces dietéticos, pois os adoçantes contêm xilitol, uma substância que, apesar de ser natural, pode causar uma intoxicação imediata no animal quando ingerida em excesso, provocando vômitos, letargia, perda de coordenação motora e, em alguns casos, até crises convulsivas.

Ossos de animais

Apesar de estar presente no imaginário popular, os ossos não devem ser colocados à disposição dos cães, principalmente a ossada de frango e galinha, uma vez que, apesar de possuírem uma certa quantidade de proteína, eles podem causar danos no estômago e na boca do animal, podendo resultar em ferimentos mais sérios.

Importância de uma boa ração

Os cães precisam receber diariamente uma determinada quantidade de nutrientes que são essenciais para que eles se mantenham saudáveis.

Dentre esses nutrientes essenciais, estão os aminoácidos, os ácidos graxos, as vitaminas e os minerais, que são extremamente importantes para que o organismo do animal funcione perfeitamente.

Eles podem ser encontrados em diversos tipos de alimentos. Contudo, para garantir que todos esses nutrientes sejam fornecidos em uma quantidade adequada para o cão, não há nada melhor que uma ração de boa qualidade, fabricada por uma empresa confiável.

Isso porque a ração é formulada especialmente para o cachorro. Nela, os nutrientes são balanceados e testados para garantir que o animal receba tudo que é necessário para se manter saudável.

Além disso, uma boa ração proporciona redução do tártaro, melhora no desenvolvimento, mais energia e força, pelos mais brilhantes, com uma textura mais bonita.

Conteúdo Produzido para o Jornal Leia Notícias

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes