Vasco da Gama anuncia desligamento do treinador Ramon Menezes

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Muito elogiado pelas boas atuações no começo do Campeonato Brasileiro, o treinador Ramon Menezes não conseguiu fazer com que a equipe do Vasco da Gama mantivesse o mesmo rendimento e foi desligado pela diretoria após da derrota por 3 a 0 para o Bahia, fora de casa, na 14ª rodada da Série A.

O clube carioca oficializou a demissão com uma nota oficial: “Club de Regatas Vasco da Gama comunica que Ramon Menezes não é mais o treinador da equipe profissional. O Clube agradece os serviços prestados pelo profissional e, em breve, anunciará o seu substituto”.

Além do treinador, o Vasco da Gama também optou pela saída do auxiliar técnico Thiago Kosloski e o preparador físico Leo Cupertino. Sendo assim, o time passa a procurar por um novo nome para assumir o comando técnico da equipe que ainda está envolvido com compromissos oficiais pela Sul-Americana Suspensa desde março devido a pandemia, a competição deve retornar nas próximas semanas com algumas mudanças no seu protocolo de segurança, conforme reportagem do portal iGamingBrazil:

Suspensa desde março devido a pandemia, a competição deve retornar nas próximas semanas com algumas mudanças no seu protocolo de segurança, conforme reportagem do portal iGamingBrazil: Conmebol Introduz Novas Regras para Combater o Coronavírus.

Ainda que esteja em um momento de transição no departamento de futebol, os jogos internacionais do Vasco devem chamar atenção nas plataformas de entretenimento virtual, que oferecem apostas esportivas, jogos de cassinos online, bingos, loterias, etc. Além disso, o time tende a ser um ligeiro favoritismo dentro dos seus domínios segundo palpites esportivos de especialistas, como os analistas dos Esportes Online.

Com relação a Ramon, ele foi escolhido para suprir a saída de Abel Braga ainda no primeiro trimestre de 2020. Portanto, o treinador esteve a frente do Gigante da Colina por pouco mais de seis meses com 16 compromissos oficiais, sendo dois pelo Campeonato Carioca, dois pela Copa do Brasil e outros 12 pela Série A. No total, ele comandou o Vasco em oito triunfos, cinco tropeços e três empates.

“Foram 192 dias de trabalho intenso e pensando 24h na grandeza do Vasco da Gama. Sempre digo que a torcida tinha um representante seu na beira do campo. Agradeço a chance que me foi dada, aos funcionários do clube, a diretoria, comissão técnica e principalmente a esse grupo de jogadores que trabalham incansavelmente. Seguirei torcendo para ver o clube no lugar que merece”, declarou Ramon em uma nota oficial.

Cconteúdo produzido para o Jornal Leia Notícias

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes