Botucatu: Pasqual Barretti é eleito reitor da Unesp

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O professor e ex-diretor da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB) foi eleito reitor da Unesp para os próximos quatro anos (2021-2025). A apuração ocorreu na manhã desta sexta-feira, 16 de outubro, onde a chapa “Unesp Viva e Plural” composta também pela professora Maysa Furlan, do Instituto de Química (câmpus de Araraquara) como candidata a vice-reitora; obteve 9.111 votos válidos, mas angariou 50,64% das intenções devido à proporcionalidade de votos da instituição.

Na consulta à comunidade, a chapa composta por Pasqual obteve 9.111 votos, sendo 1.300 entre técnicos-administrativos (que têm peso de 15%); 6.499 entre alunos (peso de 15%) e 1.312 entre professores (peso de 70%). Isso faz com que Pasqual obtivesse 50,64% do total de votos válidos.

Já a chapa composta pelo professor Enes Furlani Júnior angariou 10.069 votos, proporcionalmente com 2.036 entre servidores técnicos- administrativos, 6.854 entre alunos e 1.179 junto a professores, o que fez com que o mesmo tivesse 49,36% dos votos válidos.

Confira o quadro de apuração abaixo:

Em seu discurso, professor Barretti frisou a responsabilidade de se dirigir a Unesp, em um momento de reafirmação da democracia, principalmente dentro da universidade. “Estaremos em um local onde sentaram grandes reitores e isso consolida uma responsabilidade grande para nós. Vivemos um cenário político nacional e internacional e lutar para que os verdadeiros ideiais democráticos prevaleçam na Unesp pelos próximos quatro anos. Somos a favor do diálogo e queremos exercer durante o mandato as três palavras com as quais iniciamos o processo: dialogar, acolher e construir”, frisou.

O Colégio Eleitoral da Unesp se reunirá no dia 21 para efetivar a homologação dos resultados e a elaboração das listas tríplices, que serão encaminhadas ao governador João Dória, para que o mesmo referende ou rejeite a escolha dos eleitos.

Saiba mais sobre o candidato eleito:

Pasqual Barretti é nefrologista e administrador hospitalar. Concluiu o doutorado em Fisiopatologia em Clínica Médica [Botucatu] pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho em 1997 e realizou concurso de Livre Docência em Nefrologia em 2006. Atualmente é Professor Adjunto da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e ex-diretor-presidente da Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (FAMESP). Publicou 90 artigos, um protocolo, uma tradução em periódicos especializados e 304 trabalhos em anais de eventos. Possui dez capítulos de livros publicados e 58 itens de produção técnica.

Participou de 75 eventos nacionais e 12 internacionais. Orientou seis dissertações de mestrado, seis teses de doutorado, coorientou uma dissertação de mestrado e duas teses de doutorado, além de ter orientado sete trabalhos de iniciação científica, dois trabalhos de conclusão de curso, um trabalho de especialização e três de treinamento técnico. Recebeu 46 prêmios e/ou homenagens e distinções. Atua na área de pesquisa, com ênfase nas complicações infecciosas da diálise peritoneal. Foi diretor da Faculdade de Medicina de Botucatu entre 2015 e 2019.

Por Flávio Fogueral

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes