Vale a pena contratar seguro para celular?

Entenda como funciona, como contratar e o que você precisa considerar antes de fechar uma garantia como essa.

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Os aparelhos celulares estão cada vez mais modernos, e isso pode significar um investimento considerável, o que quer dizer que a segurança com o objeto também precisa ser reforçada. Por isso, há tudo para seu celular disponível no mercado, de capinhas protetoras a seguros.

Como muita gente ainda não conhece esse tipo de serviço, uma das dúvidas mais comuns entre os consumidores é se vale ou não a pena contratar um seguro para smartphone. Eles não costumam custar barato e podem chegar a mais de 50% do valor total do aparelho, dependendo das condições.

Essa modalidade de seguro já existe há mais de uma década, mas pouca gente usava até muito pouco tempo. Nos últimos anos, no entanto, ela se popularizou, pois quase toda loja oferece essa opção durante a venda de smartphones.

Quem assegura?

Hoje as seguradoras costumam fazer parceria com as lojas, tanto físicas quanto virtuais, para que elas vendam o serviço com os aparelhos. No passado, era mais comum que o seguro fosse contratado posteriormente, em outra transação.

Grande parte das seguradoras tradicionais, as mesmas que fazem seguro de casa ou carro, também oferecem seguros para smartphones. Existem também várias empresas especializadas somente em eletrônicos e até mesmo as próprias operadoras de telefonia móvel já oferecem o serviço.

Como contratar?

Você pode procurar uma empresa que oferece o serviço por conta própria, mas o mais comum é que essa opção seja oferecida no momento da compra do celular, pela própria loja. Nesses casos, é acrescido um valor ao montante final que você pagará.

Se você já tem um aparelho e só agora está cogitando o seguro, vale fazer uma pesquisa em diferentes empresas para comparar os preços, pois eles podem variar bastante. Se vai comprar um aparelho novo e pretende comprar na própria loja, também vale pesquisar antes, para saber se a proposta é boa.

Por que eu deveria ter um?

Para muita gente já é impensável pensar em passar um dia sem o celular. É possível fazer de tudo com eles, desde uma reunião de trabalho até transações bancárias. Por isso, é sempre bom assegurar que você poderá substituir rapidamente o seu aparelho caso algo aconteça.

Além disso, como muitos smartphones custam caro, chegando a mais de R$10 mil, é importante ter certeza de que você não arcará com todo esse prejuízo caso você seja roubado ou aconteça um acidente.

O que preciso considerar?

O primeiro critério precisa ser o valor do seguro. Em geral, não é barato, mas é bem mais do que comprar um aparelho novo. É importante lembrar que o valor do seguro costuma estar atrelado ao valor do aparelho, ou seja, quanto mais caro for o seu celular, mais caro será o seguro.

O tempo de cobertura também precisa ser considerado. A maioria das empresas oferece a garantia por um ano, sem a possibilidade de renovação, não sendo possível um investimento a longo prazo, como no caso de um seguro de carro.

Outro cuidado essencial é ler com muita atenção as condições. Os planos mais em conta costumam cobrir somente roubos violentos, com uso de armas de fogo, por exemplo. E você precisará provar o acontecido com um boletim de ocorrência, no mínimo.

Alguns seguros cobrem quedas e outros acidentes domésticos (com água, por exemplo), mas costumam cobrar a mais por isso. No entanto, esses casos estão sujeitos à análise, já que fraudes não são incomuns nessa área.

Alguns seguros oferecem um aparelho reserva, o valor total imediatamente ou a reposição com o mesmo aparelho ou outro de mesmo valor. Preste atenção na proposta antes de contratar. Não deixe de verificar se você precisará pagar franquia e, caso sim, saber seu valor.

Vale a pena?

Para a pergunta que não quer calar, a resposta é: depende do tamanho do seu investimento para comprar o aparelho, do valor e condições do seguro, mas, especialmente, do seu perfil. Se você vive em uma região violenta ou tem hábitos que possam ser considerados de risco, deveria considerar.

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes