Vai viajar? Tome esses 6 cuidados para sua casa não virar um criadouro de zika vírus

Quem alerta é o Ministério da Saúde: todos precisam lançar mão de algumas medidas preventivas antes de fechar a casa e sair de férias. O objetivo é evitar a reprodução do mosquito Aedes aegypti, transmissor do zika vírus, da dengue e da febre chikungunya. Veja a seguir o que fazer.

Como evitar zika em casa 

Costuma chover muito nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro em grande parte dos estados brasileiros e provavelmente você já ouviu dizer que água parada vira criadouro do mosquito da dengue, que também transmite o zika vírus.

Além disso, o ciclo de transição do ovo ao mosquito adulto pode levar de 5 a 10 dias, ou seja, é possível que antes mesmo que você volte já existam no seu lar insetos em condições de picar.

Descarte ou guarde embalagens de presente 

Passado o Natal, pegue caixas, embrulhos, sacolas e outras embalagens e separe-os entre lixo, reciclagem e itens que você deseja guardar. Deixá-los jogados sem destino certo em locais abertos pode fazer com que eles se tornem pontos de água parada.

Cuide do lixo 

Assim como a água parada, o lixo acumulado é criadouro do Aedes aegypti

Nem todos sabem, mas, assim como a água parada, o lixo facilmente se torna um criadouro do Aedes aegypti. Para evitar que isso aconteça, descarte todo o lixo antes de sair de viajem. As embalagens destinadas à reciclagem devem ser higienizadas, totalmente enxugadas e armazenadas em local limpo e seco.

Recipientes de bebidas 

Latas e garrafas que fizeram parte da festinha de Natal devem ser esvaziadas e guardadas com a boca virada para baixo ou então ir direto para a reciclagem.

No quintal 

Baldes, bacias, pratinhos de plantas e outros recipientes que podem facilmente acumular água da chuva devem ser guardados em locais secos e cobertos.

Calha e caixa d’água 

Verifique que a primeira esteja limpa e a segunda tampada, evitando, assim, o acúmulo de água.

Faça uma boa faxina

Fazer faxina uma vez por semana é um jeito eficiente de eliminar todos os ovos de Aedes aegypti

Você sabia que os ovos do Aedes aegypti podem acabar “grudando” nas laterais de recipientes como baldes, calhas e caixas d’água por cerca de um ano? Caso eles voltem a entrar em contato com a água, o ovo pode se tornar mosquito e transmitir doenças. Por isso, limpe itens e locais da casa que sejam potencialmente foco do mosquito com água, sabão e esponja. 

Fonte: Bolsa de Mulher Saúde

Scroll Up