UNIT Botucatu realiza entrega de certificados para mais de 450 alunos do segundo semestre

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Com o salão social da Associação Atlética Botucatuense lotado, aconteceu na noite de quarta-feira (16) a entrega de certificados aos alunos que concluíram cursos profissionalizantes do segundo semestre oferecidos pela UNIT (Universidade do Trabalhador), mantida pela Prefeitura de Botucatu, sob coordenação da Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação.
 
Além dos formandos e familiares, a cerimônia contou com as presenças do prefeito de Botucatu, João Cury Neto; do secretário municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, Carlos Alberto Costa; do diretor do Senai, José Maria Milani; do diretor do Sesi, Otávio Augusto Ferreira; do gerente do Senac, Diogo Vieira Ligo Teixeira; da consultora do Sebrae, Neia França e do presidente do SINHORES (Sindicato dos Hoteis, Restaurantes, Bares e Similares) e diretor regional do Ciesp, Samir Abdalllah. 
 
Apenas nos últimos seis meses, a UNIT disponibilizou 458 vagas em 20 cursos diferentes, divididos em 25 turmas. Os alunos receberam certificados dos cursos de: 5S, Assistente Administrativo, Atendimento ao Cliente, Auxiliar de Montagem de Carrocerias de ônibus, Auxiliar de Produção de Chapas de Madeira, Chapeador de Peças Aeronáuticas, Controle de Perda e Refugos, Controle Dimensional, Desenho Técnico Mecânico, Eletricista Automotivo, Excel Avançado, Excel Básico, Higiene na Manipulação de Alimentos (Turismo), Inversores de Frequência, Lubrificação Automotiva, Operação de Empilhadeira, NR-10, Soldador MAG e Word Avançado.  
 
Desde a sua criação, em 2011, a UNIT já qualificou gratuitamente mais de 4 mil pessoas para os mais variados segmentos de mercado. Os cursos oferecidos pela instituição vão ao encontro das necessidades das empresas que atuam nos ramos da indústria, comércio, serviços e construção civil. 
 
Incentivo e reconhecimento – Ao abrir os pronunciamentos, Abdallah deixou claro aos alunos que o mercado precisa de mão de obra qualificada para que as empresas estabelecidas no município possam melhor a qualidade dos serviços prestados e sua rentabilidade, além de ampliar a oferta de empregos. “Com muita satisfação estamos aqui na noite de hoje para entregar diplomas a mais um grupo de alunos nas mais diferentes áreas. Abracem essa ideia, esses ensinamentos que vocês tiveram porque estamos precisando muito da mão de obra de vocês. Tenham sucesso e que Deus os abençoe”.
 
Falando em nome do Sebrae, a consultora Neia França enalteceu o fato dos concluintes dos cursos optarem pela busca do conhecimento e da qualificação, ao invés de ficarem lamentando as dificuldades criadas pela crise vivida pelo país. “Fico feliz em ver a sala cheia e o brilho nos olhos de cada um de vocês. Parabéns por terem buscado um caminho diferente, por não terem ficado de braços cruzados esperando a crise passar. As crises vêm e vão. Por isso é preciso se preparar para o momento em que ela for embora estejamos aptos a buscar novos caminhos. Desejo a cada um de vocês um ano de muitas oportunidades e aprendizado permanente”.
 
Mesmo projetando que 2016 também será um ano difícil, o diretor do Sesi acredita que as pessoas que concluíram os cursos da UNIT estarão melhor preparadas para a disputa por vagas no mercado de trabalho. “Vocês, alunos, demonstram que estão muito conscientes do quanto é importante aproveitar esse momento. Utilizar essa parada pequena para se qualificar. O próximo ano também não deverá ser fácil mas vocês farão a diferença por terem concluído esses cursos. Espero que, para todos vocês, 2016 seja um ano cheio de realizações”, declarou Ferreira. 
 
O gerente do Senac de Botucatu, Diogo Teixeira, ressaltou em seu discurso que com o agravamento da crise econômica, a Prefeitura resolveu agir, buscando parceiros que pudessem tirar do papel o Programa Requalifica, voltada à capacitação de trabalhadores recém-demitidos pela indústria local. “De início foi um desafio muito grande, mas decidimos acreditar na ideia e abraçar o projeto. É um orgulho saber que o projeto deu certo, que as pessoas estão melhor preparadas para quando a crise passar. Sei que vocês abriram mão de muita coisa, de estar com os filhos, com a família, mas por uma boa causa. Contem com a gente sempre”.  
 
Ao fazer uso da palavra, o diretor do Senai, José Maria Milani, fez questão de enaltecer a iniciativa da Prefeitura de Botucatu, que classificou como inovadora. “Parabenizo o prefeito e sua equipe. No momento de crise, em que se fala de desgraça e de corrupção, aqui existem pessoas que estão trabalhando para oferecer preparo e conhecimento para a população. Agradeço a todos os docentes, assistentes e as entidades parceiras do Sistema S. Essa parceria torna as coisas mais fáceis. As oportunidades virão e as pessoas precisam estar qualificadas quando elas surgirem”. 
 
Responsável por comandar as ações da UNIT, o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Carlos Alberto Costa, declarou que sem a participação dos parceiros seria praticamente impossível oferecer os cursos com o alcance e a qualidade disponibilizados atualmente. O fortalecimento dessa relação permitiu a elaboração do Programa Requalifica e incentivou que a Prefeitura investisse na melhoria da estrutura para realização das aulas. 
 
“Nossas oficinas estão melhor equipadas. Nossa unidade do centro mudou de prédio e agora dispomos de acomodações mais amplas e um grande número de salas de aula para desenvolver nossas atividades.  Em 2016, ao lado de nossos parceiros, pretendemos evoluir na forma de ação”. 
 
Em seu pronunciamento, o prefeito João Cury mencionou que a realização do sonho de criar um programa de qualificação profissional da Prefeitura de Botucatu, com dinheiro do próprio município, só foi possível porque os parceiros do Sistema S ‘compraram’ a ideia. 
 
“Tivemos que criar uma rubrica orçamentária, uma conta própria e colocar dinheiro público para que pudéssemos ter um projeto de qualificação profissional. Investimos cerca de um milhão e meio de reais nos últimos cinco anos. Hoje contabilizamos mais de quatro mil pessoas formadas nos cursos da UNIT, desde sua criação, em 2011. Isso não é favor do prefeito, é uma obrigação do prefeito fazer. É o imposto pago pela população voltando na forma de serviço público de qualidade”.
 
Cury enalteceu o esforço dos alunos que demonstram força de vontade para desenvolver novas habilidades e buscar novos conhecimentos. Segundo ele, o mercado de trabalho busca justamente profissionais que demonstrem capacidade de transpiração. “Dedicação, trabalho, força de vontade, não cai do céu. Ninguém vai bater na porta, estender o tapete vermelho e dizer: vem trabalhar para mim. As empresas querem saber de pessoas que tenham capacidade de transpirar, de superar desafios, de ir além. Vocês deram um show porque poderiam ter ficado em casa dizendo que não conseguem uma oportunidade. Mas decidiram estar aqui. Saíram da zona de conforto e resolveram agarrar a oportunidade”. 
 
O prefeito acredita que para o ano de 2016 será possível ampliar e dinamizar ainda mais as ações voltadas à qualificação profissional dentro do município. “O Requalifica, além de capacitar os trabalhadores para voltarem ao mercado, também ensina quem quer deixar de ser empregado e sonha em empreender. Essas pessoas têm todo nosso apoio. Se esse programa conseguir transformar a vida de uma pessoa, já terá válido a pena. Eu tenho certeza que vamos conseguir transformar a vida de muita gente e dessa maneira transformar a vida da cidade”.   
 
Mais informações
Os interessados em ficar atualizados sobre os próximos cursos de qualificação oferecidos pela Universidade do Trabalhador podem buscar mais informações no polo 1 do órgão, instalado na Praça Dom Luiz Maria de Santana, 219 – Centro [prédio da Fundação Casa das Meninas]. O telefone da UNIT é o (14) 3814-7346 e o e-mail: [email protected]
 
Fonte: Prefeitura Municipal de Botucatu

 

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes