Terrorista mais jovem do Reino Unido é condenado por liderar grupos neonazistas de dentro da casa da avó

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Um tribunal da região inglesa da Cornuália condenou nesta segunda-feira (8) um menino de 16 anos por liderar um grupo neonazista de dentro da casa da avó. De acordo com a imprensa britânica, o garoto — que não teve o nome revelado — é considerado o mais jovem terrorista do Reino Unido.

Pela decisão da Justiça, o adolescente vai cumprir dois anos de reabilitação em um regime sem custódia — isto é, ele não ficará detido. O próprio rapaz confessou os crimes.

Segundo o jornal “The Guardian”, o menino comandava a célula britânica neonazista Feuerkrieg Division, que planeja ataques pela Europa e tem como exemplo Anders Breivik, terrorista que matou 77 pessoas na Noruega em 2011.

Os policiais encontraram um laptop, uma bandeira nazista e a cópia de um texto neonazista. Além disso, ele havia pintado um slogan nazista no jardim, de acordo com relato da polícia dado à imprensa britânica.

O juiz Mark Dennis disse ao garoto que ele “entrou em um mundo digital de preconceito assustador”, mas considerou que ele poderia se recuperar dado o remorso que ele apresentou durante o julgamento e o fato de ele confessar os crimes.

“Você agora tem oportunidade de colocar isso para trás e redirecionar seu futuro”, disse o juiz.

Segundo relato da BBC, os advogados do terrorista disseram que ele perdeu o contato com os pais após ter uma infância ruim. A defesa alegou que ele foi criado em casa pela avó e passou a juventude socialmente isolado e com problemas emocionais.

No entanto, a promotoria criticou a decisão. A promotora Naomi Parsons disse que a idade do rapaz já era um alarme e que ele demonstrou uma “maturidade além de sua idade cronológica”.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes