Tempo úmido e quente ajuda na proliferação de insetos e animais peçonhentos, em Botucatu

A elevação das temperaturas nesta época do ano, faz com que haja naturalmente também um aumento significativo na quantidade de animais peçonhentos tanto na área urbana quanto na rural. 

Foto: Reprodução Facebook

Em Botucatu, uma infestação de taturanas (espécie de lagarta com pelos que irritam a pele humana) está deixando os moradores da Rua Francisco Milanesi, região Central da cidade, preocupados.

O local fica às margens do Ribeirão Lavapés e segundo informações, um morador ficou ferido após ter contato com o inseto.

A denúncia foi registrada no departamento de Zoonoses da Prefeitura, e agora os moradores aguardam providências. As taturanas que estavam nas árvores já invadiram algumas residências.

Cuidados

Algumas atitudes simples podem evitar o surgimento de animais peçonhentos e por consequência os acidentes: não acumular entulho, lixo doméstico, ferro velho, telhas e tijolos, mantendo limpo quintais, jardins e terrenos baldios; o lixo deve sempre ser mantido fechado em sacos plásticos; andar sempre calçado; ao trabalhar com construção, usar luva de raspa de couro para proteção; jamais introduzir a mão em frestas ou buracos no chão, como tocas de tatus e cupinzeiros; olhar por onde caminha atenciosamente e em locais onde se deseja apanhar pequenos objetos ou animais; fazer a limpeza de locais com vasta folhagem, usando botas, luvas e calças compridas; os jardins devem ser limpos, a grama aparada e as plantas ornamentais e trepadeiras devem ser afastadas das casas e podadas para que os galhos não toquem o chão; muros e calçamentos devem ser cuidados para que não apresentem frestas onde a umidade se acumule e os animais possam se esconder, além de combater a infestação de baratas e roedores.

Leia Notícias

Scroll Up