Dólar cai na semana, em meio a posse de Trump e incerteza política

O dólar fechou em queda nesta sexta-feira (20), cedendo pela 5ª semana seguida, após abrir com leves variações ante o real. A baixa se intensificou após o discurso de posse do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. A morte do relator da Lava Jato no Supremo, ministro Teori Zavascki, também esteve no radar.

O dólar caiu 0,55%, cotado a R$ 3,1825 na venda, depois de ter cedido 0,58% na véspera, a R$ 3,2002. Na terceira semana do ano, a moeda dos EUA recuou 1,21%. No acumulado de 2017, a queda foi de 2,06%.

Acompanhe a cotação ao longo do dia:

Às 9h09, alta de 0,006%, a R$ 3,20
Às 9h49, alta de 0,219%, a R$ 3,1932
Às 10h29, alta de 0,08%, a R$ 3,1975
Às 13h39, queda de 0,31%, a R$ 3,1901
Às 15h32, queda de 0,54%, a R$ 3,1828
Às 16h19, queda de 0,70%, a R$ 3,1775

Efeitos da posse de Trump

Durante sua posse, o novo presidente dos EUA prometeu gerar empregos e aumentar investimentos em infraestrutra, reiterando sua promessa de campanha com tom protecionista e expansionista.

Trump se mostrou pronto para começar a implementar ações executivas no seu primeiro dia na Casa Branca, para avançar rapidamente com as suas promessas de reprimir a imigração, construir um muro na fronteira entre Estados Unidos e México e reverter políticas do presidente Barack Obama.

“O discurso do Trump não trouxe nada que justificasse o dólar mudar a trajetória em que já estava. E lá fora a moeda também passou a cair ante outras divisas, reforçando essa tendência”, comentou à Reuters um profissional da mesa de câmbio de uma corretora doméstica.

Fonte: G1