Surto de coronavírus cancela Pré-olímpico de boxe da Ásia e Oceania, que seria disputado na China

O Comitê Olímpico Internacional (COI) confirmou nesta quarta-feira o cancelamento do primeiro pré-olímpico de boxe da Ásia e Oceania para a Olimpíada de Tóquio, que aconteceria entre os dias 3 e 14 de fevereiro na cidade de Wuhan, na China. O motivo da suspensão do evento foi o surto de coronavírus, doença respiratória que já causou a morte de cerca de 30 pessoas na Ásia. Especialistas acreditam que o vírus teria iniciado a sua disseminação exatamente em Wuhan, cidade onde o torneio seria realizado.

A nova data e local do pré-olímpico ainda não foram confirmados. Assim, o primeiro evento pré-olímpico do boxe será o da África, com sede em Dacar, no Senegal, entre 20 e 29 de fevereiro.

O COI assumiu a responsabilidade do boxe olímpico diante das denúncias de corrupção e manipulação de resultados que aconteceram durante a grave crise financeira Associação Internacional de Boxe (Aiba) no ano passado. A modalidade chegou a ser ameaçada de exclusão das Olimpíadas pelo presidente do Comitê Olímpico, Thomas Bach, mas uma força-tarefa foi criada para organizar o torneio olímpico de boxe e evitar problemas ainda maiores no planejamento do esporte.

– A Força-Tarefa de boxe do COI tomou conhecimento da decisão de hoje do Comitê Organizador Local de cancelar o evento de qualificação para boxe na Ásia/Oceania em Tóquio-2020, que deveria ocorrer em Wuhan (CHN), de 3 a 14 de fevereiro de 2020, em meio a preocupações crescentes em relação ao surto de coronavírus relatado na cidade – disse o comunicado emitido pelos dirigentes da força-tarefa.

Fonte: Yahoo!

Scroll Up