São Paulo vence o Atlético-MG no Morumbi e volta a disparar na liderança

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O São Paulo reabriu sete pontos na liderança do Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira. Recebendo o Atlético-MG, no Morumbi, em confronto direto pela ponta da tabela, o time comandado pelo técnico Fernando Diniz reagiu após a derrota no clássico contra o Corinthians e graças a um excelente primeiro tempo e uma eficiente etapa complementar saiu de campo com a importantíssima vitória por 3 a 0, gols de Igor Gomes, Gabriel Sara e Toró, todos jovens revelados em Cotia.

Com o resultado, o São Paulo foi a 53 pontos e volta a figurar sete pontos à frente do Atlético-MG, segundo colocado com 46. Se vencer o Bahia, domingo, no Maracanã, o Flamengo assume a vice-liderança do Brasileiro.

Agora, o Tricolor volta o foco para a semifinal da Copa do Brasil. Com o jogo da 26ª rodada antecipado para esta quarta-feira, Daniel Alves e companhia não terão de entrar em campo no fim de semana, e Fernando Diniz terá mais tempo para trabalhar a equipe visando o jogo de ida contra o Grêmio, em Porto Alegre.

O São Paulo teve amplo domínio no primeiro tempo. Tratando de manter a posse de bola desde o primeiro minuto, a equipe comandada por Fernando Diniz não deixava os adversários jogarem e não demorou muito para assustar o goleiro Everson.  Aos nove, Daniel Alves chegou batendo rasteiro, da entrada da área, mandando rente à trave.

O Atlético-MG, por sua vez, respondeu aos 15 com Allan, que resolveu experimentar de fora da área, batendo cruzado, mas mandou para fora. Mas, era o São Paulo quem realmente aparecia no ataque de forma mais eficiente. Pouco depois da investida do Galo, o Tricolor por pouco não abriu o placar com Brenner, que recebeu dentro da área e bateu forte, mas Everson defendeu. No rebote, Reinaldo finalizou cruzado, mas mandou para fora.

De tanto insistir, o São Paulo, enfim, foi recompensado aos 24 minutos. Tchê Tchê tocou para Igor Gomes na entrada da área, e o meia pegou em cheio na bola para estufar as redes, abrindo o placar para os donos da casa no Morumbi.

Tendo de correr atrás do prejuízo, o Atlético-MG fez Tiago Volpi trabalhar aos 27 minutos, quando Savarino aproveitou a sobra na disputa de bola entre Keno e Luan para bater firme, mas o goleiro são-paulino fez a defesa. Depois, foi a vez do próprio Keno chutar com perigo e o camisa 1 tricolor interceptar.

Antes de as equipes irem para o intervalo, o São Paulo ainda teve a chance derradeira de ampliar o marcador em cobrança de falta após Gabriel Sara ser derrubado por Guilherme Arana na entrada da área. Daniel Alves bateu por cima da barreira, acertando o ângulo, mas Everson fez grande defesa para evitar o segundo gol tricolor.

O Atlético-MG voltou para o segundo tempo com Allan Franco na vaga de Igor Rabello. Com um zagueiro a menos, o Galo tentou assumir o controle do jogo e até chegou com perigo com Calebe, que bateu para a defesa de Volpi logo aos três minutos. O São Paulo, por sua vez, respondeu apenas aos 14 com Tchê Tchê, que arriscou de fora da área, mas mandou para fora.

Com o passo da partida, o Atlético-MG conseguiu equilibrar o jogo e passou a incomodar o São Paulo, que não encontrava maneiras para sair do campo de defesa. Mas, a situação ficou um pouco mais fácil para Fernando Diniz e seus comandados aos 30 minutos, quando Allan acabou expulso depois de receber o segundo cartão amarelo por entrada forte em Daniel Alves.

Se o São Paulo não tinha liberdade para chegar ao gol de Everson de pé em pé, coube tentar de longa distância. Primeiro com Luan, que tentou surpreender o arqueiro rival chutando do meio-campo, mas mandou por cima do travessão. Depois, Brenner também experimentou, só que faltou pontaria.

Mas, o desempenho regular do São Paulo na partida fez com que o time acabasse ampliando já no final do jogo para garantir a vitória. Aos 37 minutos, Vitor Bueno recebeu de Igor Gomes, chegou na linha de fundo e cruzou para Gabriel Sara chegar completando para o fundo das redes. E, como se não bastasse, antes de o juiz apitar o fim da partida ainda deu tempo de Toró, que entrou no lugar de Igor Gomes, arrancar pela esquerda, cortar para o meio e bater no cantinho, fechando o placar no Morumbi.

SÃO PAULO 3 X 0 ATLÉTICO-MG

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 16 de dezembro de 2020, quarta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires (ambos de GO)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)

Gols: Igor Gomes, aos 24 do 1ºT, Gabriel Sara, aos 37 do 2ºT, e Toró, aos 46 do 2ºT (São Paulo)
Cartões amarelos: Guilherme Arana, Allan (2), Júnior Alonso (Atlético-MG); Tchê Tchê, Bruno Alves (São Paulo)
Cartão vermelho: Allan (Atlético-MG)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê (Vitor Bueno), Daniel Alves, Gabriel Sara (Hernanes) e Igor Gomes (Toró);  Brenner (Pablo)
Técnico: Fernando Diniz

ATLÉTICO-MG: Everson; Alonso, Igor Rabello (Allan Franco), e Gabriel; Guga, Allan, Calebe (Eduardo Sasha) e Guilherme Arana; Savarino (Zaracho), Eduardo Vargas (Marrony) e Keno (Nathan)
Técnico: Jorge Sampaoli

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes