24 de maio, 2024

Últimas:

São Paulo é derrotado pelo Flamengo no Maracanã

Anúncios

O São Paulo foi derrotado pelo Flamengo nesta quarta-feira, no Maracanã, por 2 a 1, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Luiz Araújo e Nico De la Cruz balançaram as redes para o Rubro-Negro carioca. Ferreirinha descontou para o Tricolor. Com o resultado, o técnico Thiago Carpini, que já chegou ao Rio de Janeiro bastante pressionado, pode ser demitido a qualquer momento.

A partida contra o Flamengo era decisiva para a continuidade do comandante tricolor. Uma atuação e um resultado convincentes poderiam manter Thiago Carpini à frente do São Paulo, porém, mais uma vez o que foi visto em campo foi um time desorganizado, sem repertório, extremamente dependente da individualidade de seus atletas.

Anúncios

Enquanto o São Paulo segue sem vencer no Brasileirão, somando duas derrotas em dois jogos, o Flamengo começou o torneio por pontos corridos da forma que todos imaginavam: sendo superior aos seus adversários, empilhando vitórias e confirmando as projeções de que o time brigará pelo título nacional.

O São Paulo volta a entrar em campo já no próximo domingo, às 18h30 (de Brasília), contra o Atlético-GO, em Goiânia. O Flamengo, por sua vez, enfrenta o Palmeiras, também no domingo, às 16h, no Allianz Parque.

Anúncios

Quem esperava que o Flamengo iria atropelar o São Paulo desde o início se enganou. Os primeiros minutos foram marcados pelo equilíbrio, embora os donos da casa tivessem mais posse de bola. A primeira chance mais clara, inclusive, foi do Tricolor. Welington chegou na linha de fundo pela esquerda e cruzou para Calleri, que cabeceou no cantinho, mas sem força, mandando para fora. O goleiro Rossi só acompanhou.

Pouco depois foi a vez de o Flamengo responder com Ayrton Lucas, que recebeu pela esquerda e decidiu arriscar de muito longe, mandando para fora. No minuto seguinte Alisson fez o desarme já no campo de ataque e chutou da entrada da área, mas sem força, facilitando a vida do goleiro Rossi, que fez a defesa sem dar rebote.

Aos 11 minutos, a primeira baixa do Flamengo. Everton Cebolinha sentiu e teve de ser substituído por Luiz Araújo. E foi justamente ele quem abriu o placar. Aos 20, o atacante recebeu, se livrou da marcação de Michel Araújo, levou para o meio e bateu colocado, buscando o ângulo, sem chances para Rafael. A bola ainda tocou na trave antes de estufar as redes para colocar os donos da casa em vantagem na partida.

Daí em diante o São Paulo, que não fazia um jogo ruim, perdeu confiança e não conseguiu criar mais nada. O Flamengo, querendo aproveitar o melhor momento, tentou ampliar o marcador com Pedro, de cabeça, após cruzamento de Bruno Henrique, e De la Cruz, aproveitando falha de Pablo Maia na saída de bola, mas ambos os arremates foram para fora.

O São Paulo voltou para o segundo tempo determinado a buscar o empate. Para isso, Thiago Carpini promoveu duas mudanças: Ferreirinha e Erick entraram nas vagas de Michel Araújo e Ferraresi, respectivamente, mas a entrada dos dois pontas tricolores não surtiu efeito.

O Flamengo continuou mandando na partida e aos oito minutos quase ampliou com Bruno Henrique, que recebeu lançamento da defesa, levou para o meio e soltou a bomba, exigindo grande defesa de Rafael.

No minuto seguinte, não teve jeito. Pedro fez ótima jogada individual, deixando Pablo Maia no chão antes de bater no cantinho, forçando Rafael a fazer outra excelente intervenção. Mas, no rebote, De la Cruz estava bem posicionado para completar de primeira para o fundo das redes, fazendo 2 a 0 para o Flamengo.

Sem nada a perder, Carpini ainda resolveu tirar Calleri para a entrada de André Silva, que marcou dois gols nos últimos dois jogos, mas o que faltava mesmo para o São Paulo era um coletivo forte, algo que não vem sendo mostrado há muito tempo sob o comando do treinador.

Antes do apito final o São Paulo ainda conseguiu diminuir a vantagem do Flamengo. Erick recebeu pela direita e tocou para Alisson, que cruzou na medida para Ferreirinha completar de cabeça no segundo pau, vencendo Rossi e recolocando a equipe de Thiago Carpini no jogo.

Com um pouco mais de confiança, o Tricolor preencheu o campo de ataque no fim do jogo em busca do tão sonhado empate. Aos 39, Pablo Maia ficou com a sobra na entrada da área e bateu para o gol. A bola desviou na defesa do Flamengo e sobrou para André Silva, mas Rossi estava esperto para chegar antes do atacante são-paulino e evitar o segundo gol dos visitantes. Assim, coube aos comandados de Thiago Carpini se conformarem com mais uma derrota no Brasileirão.

FLAMENGO 2 X 1 SÃO PAULO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 17 de abril de 2024, quarta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (FIFA-RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (FIFA-RS) e Maurício Coelho Penna (RS)
VAR: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)

Gols: Luiz Araújo, aos 20 do 1ºT, De la Cruz, aos 11 do 2ºT (Flamengo); Ferreirinha, aos 33 do 2ºT (São Paulo)
Cartões amarelos:
 Fabrício Bruno (Flamengo); Michel Araújo, Igor Vinícius, Luciano (São Paulo)

FLAMENGO: Rossi; Varela, Fabrício Bruno, Léo Pereira e Ayrton Lucas; Erick Pulgar, Allan (Igor Jesus) e De La Cruz (Gerson), Bruno Henrique (Victor Hugo), Cebolinha (Luiz Araújo) e Pedro.
Técnico: Tite.

SÃO PAULO: Rafael; Ferraresi (Erick), Arboleda e Diego Costa; Igor Vinícius, Pablo Maia (Juan), Alisson, Michel Araújo (Ferreirinha) e Welington; Luciano e Calleri (André Silva).
Técnico: Thiago Carpini.

Fonte: CBF – Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Talvez te interesse

Últimas

Reforçadas pela tradição japonesa e pela forte imigração na região paulistana, arquitetura tradicional nipônica se une à brasileira em construções...

Categorias