Santos vence o Delfín e fica perto da classificação na Libertadores

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Com um a mais desde o primeiro tempo, o Santos venceu o Delfín por 2 a 1 na noite desta quinta-feira, no Equador, pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores da América.

O Peixe abriu o placar com Marinho, não aproveitou as chances criadas e sofreu na etapa final, quando o Delfín empatou com o Rojas. Só que o Alvinegro reagiu rápido e desempatou com Jean Mota.

O Santos segue líder do Grupo G, agora com 10 pontos e com vaga encaminhada nas oitavas de final, dependendo de um empate. O Defensa y Justicia tem seis, o Olimpia cinco e o Delfin segue na lanterna com um.

Na próxima rodada, o Peixe visitará o Olimpia, quinta, no Paraguai. O Delfin, eliminado jogará novamente em casa contra o Defensa y Justicia. Antes, o Alvinegro terá o Fortaleza pela frente, domingo, na Vila Belmiro, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Jogo

O Santos dominou a etapa inicial do início ao fim. Teve 63% de posse de bola, criou as principais chances e só sofreu um pouco em contra-ataques.

Soteldo, que havia tentado duas vezes, conseguiu a assistência na terceira boa jogada pela esquerda. Ele cruzou na cabeça de Marinho no segundo pau. 1 a 0 para o Peixe aos 18 minutos.

O Alvinegro seguiu em cima, mas o goleiro Corozo pouco trabalhou. A situação ficou mais tranquila quando Rodríguez recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso com 40 jogados.

O Santos quase ampliou aos cinco minutos. Felipe Jonatan cruzou, a bola passou por todo mundo e chegou em Marinho. O camisa 11, sozinho, exagerou na força.

Aos 10, o Delfín respondeu. Valencia cruzou na segunda trave, Corozo cabeceou no segundo pau. A bola passou perto da trave direita do goleiro João Paulo.

O Santos não aproveitou os espaços, diminuiu o ritmo e levou o empate de uma equipe inferior tecnicamente e com um a menos em campo.

No minuto 29, Corozo fez jogada individual, ganhou o bate-rebate e a bola sobrou limpa para Rojas empurrar para o fundo das redes. 1 a 1 em Manta.

O Peixe acordou e conseguiu o desempate aos 36 minutos jogados, quando Raniel fez boa jogada pela direita e Jean Mota, segundos depois de entrar, finalizou no segundo pau. 2 a 1.

Nos minutos finais, o Alvinegro administrou a vitória e agora tem vaga encaminhada nas oitavas de final da Libertadores da América.

DELFÍN (EQU) 1 x 2 SANTOS

Data: 24 de setembro de 2020 (quinta-feira)
Horário: 23h (de Brasília)
Local: Estádio Jocay, em Manta
Árbitro: Kevin Ortega (PER)
Assistentes: Michael Orue e Jonny Bossio (PER)
Cartões amarelos: Delfín: Cangá, Nazareno Valencia. Santos: Lucas Veríssimo e Marinho
Cartão vermelho: Delfín: Rodríguez

Gols:
Delfín: Rojas, aos 29 minutos do 2T;
Santos: Marinho, aos 18 minutos do 1T, e Lucas Lourenço, aos 36 minutos do 2T.

DELFÍN: Corozo; Jonathan Gonzalez (Cifuente), Cangá, Carlos Rodriguez e Geovanny Nazareno; Charles Velez, João Ortiz, Villalva (Rojas) e Corozo; Garcés e Valencia (Benítez)
Técnico: Miguel Ángel Zahzú

SANTOS: João Paulo; Pará, Lucas Veríssimo (Alex Nascimento), Luan Peres e Felipe Jonatan; Diego Pituca, Carlos Sánchez (Lucas Lourenço) e Arthur Gomes (Raniel); Marinho, Soteldo e Kaio Jorge (Jean Mota)
Técnico: Cuca

Fonte: Yahoo! – Foto: Santos FC/Divulgação

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes