Santos e Internacional empatam na Vila Belmiro

Santos e Internacional empataram em 2 a 2 na noite deste domingo, na Vila Belmiro, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Colorado abriu o placar com Mercado, o Peixe virou com Gabriel Pirani e Madson e os visitantes empataram no fim, com Yuri Alberto na “Lei do Ex”.

O Santos fez um bom primeiro tempo, mas caiu de rendimento na etapa final, quando foi dominado pelo Internacional. A partida foi muito nervosa e com discussões a todo tempo. Wagner Palha e Mercado poderiam ter sido expulsos.

Com o empate, Santos e Internacional seguem com 22 pontos na tabela. O Inter é o 10º e o Peixe é o 11º em função dos gols marcados.

O Peixe voltará a campo para enfrentar o Athletico-PR na próxima quarta-feira, na Arena da Baixada, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil. O Colorado terá nova semana livre antes do Atlético-GO, em Goiânia, no domingo, pela 18ª rodada do Brasileirão.

O primeiro tempo foi muito movimentado na Vila Belmiro. O Santos ficou mais com a bola e buscou o controle do jogo, enquanto o Internacional foi extremamente perigoso nos contra-ataques.

E o Colorado abriu o placar justamente em um contragolpe. Aos sete minutos, Moisés cobrou falta, a defesa rebateu, Dourado colocou de volta na área e Mercado, livre e em posição legal, fez o gol logo na sua estreia.

O Peixe não sentiu o gol do Inter e marcou aos 11 minutos, com Marcos Leonardo, mas o atacante estava impedido após rebote de Daniel em finalização de Carlos Sánchez.

No minuto 16, Mercado recuou mal e Marcos Leonardo saiu cara a cara com o goleiro Daniel, mas tentou o ângulo e chutou para fora. Aos 19, Patrick arrancou em contra-ataque e teve a finalização interceptada na hora H por Wagner Palha.

Quando o placar marcava 23 jogados, o Santos empatou. Gabriel Pirani recebeu de Jean Mota, protegeu na chegada de Dourado e chutou de canhota, no ângulo. 1 a 1.

O Peixe seguiu melhor e virou aos 34 minutos, quando Lucas Braga cruzou e Madson cabeceou colocado, na gaveta. A bola bateu no travessão antes de entrar.

A primeira chance foi novamente do Internacional. Nas costas de Felipe Jonatan, Edenilson invadiu a área e bateu forte, mas em cima do João Paulo. O goleiro espalmou para escanteio.

Aos sete minutos, Wagner Palha parou Tailson e o Internacional pediu o segundo cartão amarelo. No minuto 9, Mercado entrou forte em Marcos Leonardo e o Santos pediu o vermelho direto. O confuso árbitro Wagner do Nascimento Magalhães não expulsou nenhum dos dois.

No minuto 23, o Inter quase empatou com Guerrero. O atacante recebeu no pivô e girou, mas a bola subiu demais e passou por cima do travessão.

Com 31 jogados, Lucas Braga recebeu de Gabriel Pirani e cruzou rasteiro. Bruno Marques tentou de carrinho, mas não alcançou na pequena área.

O Internacional pressionou até o fim e foi coroado com o empate. Dourado lançou, Edenilson ajeitou e Yuri Alberto, sozinho, só deslocou João Paulo aos 42 minutos. 2 a 2.

SANTOS 2 x 2 INTERNACIONAL

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 22 de agosto de 2021 (domingo)
Horário: 18h15 (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Michael Correia e Thiago Farinha (RJ)
VAR: Rodrigo Carvalhães de Miranda (RJ)
Cartões amarelos: Santos: Wagner Palha. Internacional: Rodrigo Lindoso e Mercado

GOLS:
Santos: Gabriel Pirani e Madson, aos 23 e 34 minutos do 1T
Internacional: Mercado, aos 7 minutos do 1T, e Yuri Alberto, aos 42 minutos do 2T

SANTOS: João Paulo, Madson, Luiz Felipe, Wagner Palha e Felipe Jonatan; Camacho, Jean Mota (Pará), Carlos Sánchez (Vinicius Balieiro) e Gabriel Pirani; Lucas Braga e Marcos Leonardo (Bruno Marques)
Técnico: Fernando Diniz

INTERNACIONAL: Daniel, Mercado (Guerrero), Bruno Méndez, Víctor Cuesta e Moisés (Paulo Victor); Rodrigo Dourado, Rodrigo Lindoso (Boschilia), Edenilson e Patrick (Palacios); Tailson e Yuri Alberto (Johnny)
Técnico: Diego Aguirre

Fonte: Yahoo! – Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Scroll Up