Santos e Corinthians ficam no 0 a 0 na Vila Belmiro

O Corinthians foi melhor que o Santos na tarde deste domingo, desperdiçou chances claras, chegou a ter gol e pênalti anulados devido ao VAR, mas os donos da casa seguraram o empate, na Vila Belmiro. O clássico da 15ª rodada do Campeonato Brasileiro terminou 0 a 0.

O resultado deixou o Santos com 20 pontos, na oitava posição. O Timão, agora, tem 18 pontos e é o 11º.

Como era de se esperar, o Santos tomou a iniciativa do jogo, enquanto o Corinthians se concentrou em fechar os espaços e aproveitar os contra-ataques.

Ao fim do primeiro tempo, os visitantes foram mais bem sucedidos na proposta de jogo.

Com exceção de uma finalização de Marcos Leonardo, o Peixe pouco incomodou. Em compensação, João Paulo precisou fazer três grandes defesas.

A primeira em chute de Mosquito, cara a cara, após passe de Giuliano, que, aliás, deixou boas impressões logo na estreia.

Depois, foi a vez de Adson servir Jô. O centroavante, na pequena área, também parou no arqueiro santista.

Por fim, Fagner arriscou de longe, mirou o ângulo, mas viu João Paulo voar na bola.

Na segunda etapa, a superioridade do Corinthians aumentou, ficou mais evidente.

Adson teve oportunidade de frente para o gol e também parou em João Paulo.

A bola só entrou quando Jô escorou cruzamento de Mosquito, mas o lance foi anulado por impedimento do ponta, no início da jogada.

O VAR também entrou em ação para levar o árbitro a cancelar um pênalti de Madson em Mosquito.

Fernando Diniz, que levou cartão por reclamação, não conseguiu arrumar o time com as trocas e, no fim, o empate acabou sendo lucro para os mandantes nesta tarde.

O Corinthians volta a campo no domingo, pelo nacional de pontos corridos, quando receberá o Ceará, na Neo Química Arena, às 16 horas.

SANTOS 0 X 0 CORINTHIANS

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 8 de agosto de 2021, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (Fifa-SP)
Assistentes: Neuza Ines Back (Fifa-SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)
VAR: Rodrigo Guariza Ferreira do Amaral (Fifa-SP)
Cartões amarelos: Fernando Diniz, Jean Mota (SAN); Roni (COR)

SANTOS: João Paulo, Madson, Luiz Felipe, Kaiky e Felipe Jonatan; Camacho (Gabriel Pirani), Jean Mota e Carlos Sánchez; Marcos Guilherme, Lucas Braga e Marcos Leonardo (Raniel) – Técnico: Fernando Diniz

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Gabriel, Giuliano (Vitinho) e Roni; Mosquito (Marquinhos), Adson (Mateus Vital) e Jô – Técnico: Sylvinho

Fonte: Yahoo!Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Scroll Up