Rússia vence o Japão e conquista o tri da Copa do Mundo de futebol de areia

Tocou Concerto para Piano e Orquestra nº1 de Pyotr Tchaikovsky na Arena Luzhniki, em Moscou, neste domingo. Com o hino nacional russo proibido, assim como a bandeira do país – em razão dos casos de doping patrocinado pelo próprio estado–, foi com essa trilha e com o pavilhão do Comitê Olímpico da Rússia tremulando que os donos da casa comemoraram o título da Copa do Mundo de Futebol de Areia.

Em casa, com as arquibancadas lotadas de torcedores (a maioria sem máscara), os russos venceram os japoneses por 5 a 2 na final e conquistaram o tricampeonato (2011, 2013 e 2021). Foi a primeira vez que o Japão chegou a uma final de Copa do Mundo, que é organizada pela Fifa. Os russos, competindo sob o nome de União Russa de Futebol, ainda por causa da suspensão de dois anos, são uma potência no futebol de areia, atualmente, inclusive com uma das principais ligas do mundo.

Ainda em razão da punição da Wada, a agência mundial antidoping, o uniforme russo não podia ter um símbolo nacional e o time jogou um slogan no lugar do brasão no peito, em que se lia “Nossos Rapazes”, frase usada pelas seleções de futebol de campo, futsal e areia.

Artur Paporotnyi comemora gol da Rússia na Arena Luzhniki, na decisão da Copa do Mundo de futebol de areia — Foto: Octavio Passos/FIFA/Getty Images
Artur Paporotnyi comemora gol da Rússia na Arena Luzhniki, na decisão da Copa do Mundo de futebol de areia (Foto: Divulgação/FIFA)

3º lugar

A Suíça venceu Senegal por 9 a 7 e conquistou o terceiro lugar. Os senegaleses venceram o Brasil, hexaacampeão mundial, nas quartas de final, mas foram derrotados pelos japoneses na semi.

Fonte: G1 – Foto: Divulgação/FIFA

Scroll Up