Primeiro mapa superdetalhado mostra nova perspectiva da superfície da Lua

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Um mapa superdetalhado da superfície lunar, com topografia e tipo de solo, foi divulgado há poucos dias em parceria entre a Nasa, o Serviço Geológico dos EUA (USGS) e o Instituto Lunar Planetário.

Chamado de “Mapa Geológico Unificado da Lua”, o plano detalhado combina informações colhidas pelas missões Apollo dos EUA nas décadas de 1960 e 1970 com observações modernas feitas por satélites.

“Esse mapa é o resultado de um projeto de décadas. Ele traz informações vitais para novos estudos científicos, conectando a exploração de pontos específicos da Lua com o restante da superfície lunar”, afirmou o o geólogo Corey Fortezzo, do USGS, que liderou o estudo que produziu o mapa.

Cada milímetro do mapa corresponde a 5 quilômetros na lua, sua escala é de 1 para 5.000.000. As cores representam os tipos de rocha e a era em que elas se formaram, agregando um pouco da história geológica do satélite.

Especialistas explicam que o amarelo, por exemplo, simboliza solo do período copérnico, o atual, que teve início há 1 bilhão de anos. Vermelho e roxo indicam solo de origem vulcânica.

O mapa da Lua em altíssima resolução é de domínio público e pode ser explorado e baixado no site do projeto. Em uma versão com anotações, é possível localizar pontos onde pousaram missões lunares, entre morros e crateras que formam a superfície lunar .

Recorte de mapa da Lua com anotações permite localizar pontos onde foram realizadas missões Apollo — Foto: NASA/GSFC/USGS
Recorte de mapa da Lua com anotações permite localizar pontos onde foram realizadas missões Apollo (Fotos: NASA/GSFC/USGS)
Face da Lua voltada para a terra, vista no Mapa Geológico Unificado da Lua — Foto: NASA/GSFC/USGS
Face da Lua voltada para a terra, vista no Mapa Geológico Unificado da Lua (Foto: NASA/GSFC/USGS)
O outro lado da Lua, que não é voltado para a Terra, visto no Mapa Geológico Unificado da Lua — Foto: NASA/GSFC/USGS
O outro lado da Lua, que não é voltado para a Terra, visto no Mapa Geológico Unificado da Lua (Foto: NASA/GSFC/USGS)

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes