Preso por matar companheira de 19 anos a facadas em Arandu cumpriu pena pelo mesmo crime em 2009, diz polícia

O pedreiro de 46 anos que foi preso suspeito de matar a companheira de 19, em Arandu (SP), cumpriu pena pelo mesmo crime em 2009 e estava em liberdade desde abril, segundo a Polícia Civil.

A polícia informou que Valdinei Manoel Jesus conseguiu a progressão para o regime aberto há pouco mais de três meses. Ele estava preso desde 2009 por matar Clarice Garramona, a mulher com quem era casado na época.

Na última sexta-feira (6), Valdinei voltou a prisão, depois que foi autuado em flagrante suspeito de matar Jéssica Alessandra Panchone de Jesus, sua atual companheira de 19 anos. No mesmo dia, ele teve a prisão em flagrante convertida em preventiva.

Segundo o boletim de ocorrência, a jovem foi encontrada morta com vários ferimentos de faca no chão da cozinha da casa onde morava com o suspeito, no Jardim Maria Sodré.

No local, Valdinei confessou o crime à polícia, mas não disse a motivação e permaneceu em silêncio durante o depoimento na delegacia.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito “se mostrou frio e calculista, não demonstrando nenhum tipo de arrependimento”.

O corpo de Jéssica Alessandra Panchone de Jesus foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) e depois liberado para o velório. Ela foi enterrada no fim da tarde de sexta-feira (6) no Cemitério Municipal de Arandu.

Fonte: G1

Últimas

Streaming faz com que o sertanejo e os artistas nacionais ganhem espaço no cenário musical

25 out 2021

Os anos 2000 foram marcados pelo sucesso do rock e também da música pop. Alguns artistas...

Categorias

Scroll Up