Prefeitura de Paris é multada por empregar mulheres em excesso

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O Ministério da Função Pública da França aplicou uma multa de 90 mil euros (R$ 558,5 mil) na prefeitura de Paris, alegando que a cidade infringiu as regras de paridade de gênero em seu quadro de funcionários de 2018 por empregar muitas mulheres em cargos de confiança.

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo (foto), classificou de a multa como absurda nesta terça-feira (15). “Tenho o prazer de anunciar que fomos multados” por “termos nomeado muitas mulheres para cargos de direção”, disse Hidalgo em uma reunião.

As mulheres ocupavam 69% dos cargos de chefia na prefeitura –elas eram 11. Cinco homens completavam o time.

“A gestão da prefeitura se tornou, de repente, feminista demais. Essa multa é obviamente absurda, injusta, irresponsável e perigosa”, disse a prefeita socialista, que foi reeleita para um novo mandato à frente de Paris no ano passado.

Ela acrescentou que as mulheres devem ser promovidas com “vigor, porque o atraso em todas as partes da França ainda é muito grande”.

Norma anulada

Em uma rede social, a ministra do Serviço Público da França, Amélie de Montchalin, reconheceu que a multa foi imposta, mas acrescentou que a norma foi anulada em 2019.

“Quero que a multa paga por Paris para 2018 financie ações concretas de promover as mulheres no serviço público”, frisou, convidando Hidalgo ao Ministério para discutir o assunto.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes