Prefeitura de Bauru publica novo decreto com regras da fase vermelha do Plano SP

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A Prefeitura de Bauru (SP) publicou no início da noite desta sexta-feira (29) um decreto que recoloca a cidade na fase vermelha do Plano São Paulo a partir deste sábado (30), com permissão de funcionamento apenas dos serviços considerados essenciais.

Com isso, setores e serviços que haviam sido flexibilizados e autorizados a funcionar pela própria prefeitura em decreto do último domingo (24), como comércio em geral, shoppings, bares, restaurantes, academias, salões de beleza e escritórios, voltam a fechar as suas portas.

Confira aqui a íntegra do decreto

A decisão da prefeitura foi motivada por uma pressão da Justiça, que concedeu liminar em ação da Procuradoria-Geral do Estado para derrubar o trecho do decreto anterior que permitia o relaxamento das regras da fase vermelha para a qual Bauru foi rebaixada na reclassificação anunciada no último dia 22.

Após ser notificada oficialmente da sentença do TJ-SP, a prefeitura de Bauru a enviou ao Jurídico, que vai analisar se recorrerá da decisão.

Em suas redes sociais, a prefeita Suéllen Rosim (Patriota) afirmou que “ficou de mãos atadas” por conta da liminar do Tribunal de Justiça.

“Eu fiquei de mãos atadas. Recebi a liminar que me obriga a seguir o Plano São Paulo, fechando o comercio local. É importante deixar claro que, como prefeita, defendi a minha cidade criando um decreto […] que equilibrasse saúde e economia. Mas o governo do Estado pensa diferente”, afirmou em sua postagem.

A prefeita também criticou o governo do estado na postagem, citando uma diminuição do número de leitos e de recursos destinados para a saúde de Bauru. “Eu não estou fechando a cidade, estou sendo obrigada a fechar. Vai passar. Que tenhamos esperança de dias melhores!”, disse a prefeita nas redes sociais.

O QUE ESTÁ PERMITIDO

  • Supermercados
  • Farmácias
  • Postos de combustíveis
  • Padarias
  • Lojas de conveniência
  • Bancas de jornal

O QUE NÃO ESTÁ PERMITIDO

  • Academias
  • Shoppings
  • Comércio de rua
  • Bares
  • Restaurantes
  • Salões de beleza e barbearias
  • Eventos, convenções e atividades culturais
  • Atividades que possam gerar aglomerações

Fonte: G1 – Foto: Fernando Savioli/TV TEM

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes