Prefeito de Cerqueira César justifica adoção de ‘lockdown’: ‘Estamos escolhendo quem pode ser internado’

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O município de Cerqueira César (SP) entrará em “lockdown” a partir da próxima segunda-feira (22), por um período de 14 dias. De acordo com a prefeitura, a partir desta quinta-feira (18) já estão proibidas as vendas de bebidas alcoólicas em todos os bares, restaurantes, lanchonetes e supermercados.

Em um vídeo divulgado pelo prefeito Diego Cinto (MDB) ele explica que a cidade não possui leitos para atender os pacientes com Covid-19 e, devido à situação, as equipes de saúde estão precisando escolher quem será internado.

“Infelizmente, os médicos estão escolhendo quem pode sobreviver ou não. Isso se eles conseguirem fazer essa pessoa sobreviver. Estamos com o hospital superlotado”, comentou o prefeito.

Na cidade, os supermercados poderão abrir até domingo (21) para atender ao público. Contudo, já a partir do dia 22 de março até o dia 5 de abril, o município estará em regime de ‘lockdown’, permitindo apenas o funcionamento de farmácias.

Demais comércios devem operar em sistema de delivery e não é autorizado ‘drive-thru’, mesmo em supermercados.

Confira o que pode e não pode funcionar:

  • Padarias e açougues: somente serviços de entrega delivery
  • Mercearias: somente serviços de entrega delivery
  • Mercados: somente serviços de entrega delivery
  • Supermercados: somente serviços de entrega delivery
  • Restaurantes, pizzarias, lanchonetes, lojas de conveniência e similares: somente serviços de entrega delivery
  • Os comerciantes ambulantes do ramo de alimentação: trabalhar com os trailers somente na frente de suas residências, proibido em locais públicos e permitido somente serviços de entrega delivery
  • Estabelecimentos comerciais (comércio em geral), ficam permitidos somente serviços de entrega delivery, com a proibição de retirada de produtos no local.
  • Estabelecimentos de comércio de materiais de construção, fica proibido o atendimento comercial, mas ficam liberados os serviços entrega na cassa do comprador (delivery).
  • Estabelecimentos de empresas de telecomunicações, ficam obrigatórios os serviços administrativos via home office e permitido o atendimento individual dos funcionários para as manutenções em residências.
  • Comércios de produtos eletrônicos ficam permitidos somente serviços de entrega delivery, com proibição de retirada de produtos no local.
  • Para estabelecimentos de tecnologia da informação fica a obrigatoriedade do trabalho via home office. Proibida a entrega e retirada de produtos que tiveram manutenção, permitido somente serviços de entrega delivery
  • Casas agropecuárias, pet shops e similares: permitido somente serviços de entrega delivery
  • Academias de todas as modalidades: fechadas.
  • Salões de beleza e barbearias: fechados.
  • O decreto também determina que em todos os estabelecimentos mencionados também está proibida a venda de bebidas alcoólicas.

Fonte: G1 – Foto: Reprodução/TV TEM

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes