Polícia usa gás lacrimogêneo para dispersar protesto durante o Dia da Mulher no México

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A polícia da capital mexicana disparou gás lacrimogêneo contra manifestantes que participavam, nesta segunda-feira (8), de um protesto contra a violência de gênero.

A marcha, que marcava a celebração do Dia Internacional da Mulher, terminou em frente ao Palacio Nacional, sede do governo do México.

Algumas das manifestantes tentaram furar os bloqueios para tentar entrar no prédio – e foram reprimidas pelas forças de segurança.

Mulheres enfrentam policiais que atiram gás lacrimogêneo durante protesto do Dia da Mulher, no México, em 8 de março de 2021 — Foto: Toya Sarno Jordan/Reuters
Mulheres enfrentam policiais que atiram gás lacrimogêneo durante protesto do Dia da Mulher, no México (Foto: Reprodução)

Os protestos desta segunda dão continuidade às manifestações que ocorreram no fim de semana em frente ao palácio presidencial.

Dezenas de mulheres protestaram expondo os nomes das vítimas de feminicídio nas cercas erguidas para proteger o edifício.

As mulheres também protestam contra o apoio do presidente Andrés Manuel López Obrador à polêmica candidatura de Félix Salgado Macedonio para governador. Político do partido governista, ele é acusado de estupro.

Manifestantes retiram cercas que bloqueiam a passagem para o Palacio Nacional do México em 8 de março de 2021 — Foto: Toya Sarno Jordan/Reuters
Manifestantes retiram cercas que bloqueiam a passagem para o Palácio Nacional do México (Foto: Reprodução)

O México é um dos países mais afetados pela violência de gênero. Só em 2020, foram registrados 967 feminicídios, número um pouco inferior aos 969 de 2019.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes