Polícia prende suspeito de maus-tratos a cachorros em Arandu

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A polícia deteve uma pessoa suspeita de maus-tratos a animais em Arandu (SP). Dois cães foram encontrados aparentemente doentes e desnutridos, quarta-feira (20), em uma residência no bairro Nascer do Sol.

Uma equipe da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Avaré realizava diligências na cidade e foi a responsável pela ação. De acordo com o boletim de ocorrência, os animais estavam trancados no quintal de uma casa aparentemente desnutridos e doentes. Um deles, inclusive, tinha lesões na cabeça e nas patas.

Segundo a polícia, o homem detido é o proprietário da residência. Ele seria o dono dos animais, mas não mora no local. Outra família vive no imóvel como inquilina.

O proprietário dos cachorros foi localizado e contou à polícia ter deixado os animais no local até arrumar uma área adequada para a criação dos cães. Informou ainda levar ração toda vez que o atual morador o avisava.

Depois de autuado em flagrante na delegacia de Arandu, o homem foi removido para uma das celas do Plantão Policial de Avaré, onde aguarda a realização da audiência de custódia no fórum local. Se a restrição de liberdade for mantida, ele será encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cerqueira César.

A Polícia Civil encaminhou os cães provisoriamente para um abrigo localizado na cidade de Avaré. No local, eles receberão os cuidados necessários.

A Lei 14.064, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro em 29 de setembro do ano passado, aumentou para 5 anos de reclusão a pena máxima para o crime de maus-tratos aos animais quando se tratar de cão ou gato. O delito é inafiançável na esfera policial.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes