Polícia prende homem que tentava enviar pacotes de maconha sintética pelos Correios em Marília

A Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) prendeu um suspeito de tráfico de drogas que enviava porções de maconha sintética pelos Correios.

O homem foi preso em flagrante quando tentava despachar sete pacotes da droga para diferentes regiões do Brasil nesta terça-feira (15).

Em cada pacote foram apreendidos quatro pequenos tijolos. Durante buscas na caso do suspeito foram apreendidos mais entorpecentes e uma balança. Segundo a Polícia Civil, a maconha sintética tem alto valor no mercado.

Suspeito tentava enviar a droga pelos Correios em Marília (Foto: Giro Marília/ Divulgação)

Nesta quarta-feira (16), ao analisar a prisão em flagrante, e diante da suspensão das audiências de custódia por causa da pandemia, a juíza Thais Feguri Krizanowski Farinelli, da 2ª Vara Criminal de Marília, concedeu a liberdade provisória ao suspeito, sem pagamento de fiança.

Na decisão, a magistrada definiu as condições da liberdade provisória, que incluem a proibição do suspeito de se ausentar da cidade por período superior a oito dias e comparecimento perante a autoridade todas as vezes que for intimado. O descumprimento das medidas resultará na decretação de prisão preventiva.

Porções de maconha sintética foram apreendidas com o suspeito em Marília — Foto: Polícia Civil / Divulgação
Porções de maconha sintética foram apreendidas com o suspeito em Marília (Foto: Polícia Civil / Divulgação)

Fonte: G1