Paulo Roberto Falcão é tema de exposição da Embaixada do Brasil em Roma

A Embaixada do Brasil em Roma abre ao público nesta sexta a exposição Falcão, Ottavo Re (Falcão, Oitavo Rei), em homenagem ao treinador brasileiro e ex-jogador Paulo Roberto Falcão. Serão exibidas camisas históricas dos tempos de atleta, um par de chuteiras, 52 fotos da carreira e um painel biográfico.

Os visitantes também poderão assistir ao documentário Pergunte quem era Falcão, produzido em 2017 pela Roma e dirigido por David Rossi.  

“Recebo esta homenagem com imensa alegria, pois ela reforça a relação que mantenho com a Itália mesmo após 40 anos de minha passagem pela Roma. Ao mostrar momentos importantes da minha carreira, esta exposição também presta um reconhecimento ao futebol brasileiro numa de suas fases mais brilhantes, quando conquistou novos mercados”, afirma Paulo Roberto Falcão.

A exposição Falcão, Ottavo Re acontece na Galleria Candido Portinari, na Embaixada do Brasil em Roma (Piazza Navona, 10). A mostra ficará aberta gratuitamente ao público de 21 de junho a 13 de setembro, de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h.

Rei de Roma

O título da exposição, Ottavo Re, faz alusão à forma como até hoje Paulo Roberto Falcão é tratado pelos italianos: Rei de Roma ou Oitavo Rei de Roma. O treinador brasileiro também é conhecido como Il Divino (O Divino).

A relação é fruto dos cinco anos que Falcão atuou pela Roma, entre 1980 e 1985, dos títulos conquistados – duas Copas da Itália (1980/81 e 1983/84), um Campeonato Italiano (1982/83) e o vice-campeonato da Champions League (1984) – e da elegância do ex-meio-campista, até hoje considerado um dos melhores jogadores da história do futebol mundial.

Em 2012, Falcão foi incluído no Hall da Fama da Roma como o único dos 55 ex-jogadores submetidos à votação a receber pontuação máxima na seleção de todos os tempos do clube italiano. Cinco anos mais tarde, o brasileiro foi incluído no Hall da Fama da Federação Italiana de Futebol.

Fonte: Yahoo!