Pastor denunciado por golpes prometeu retorno de R$ 2 quatrilhões para vítima

Um documento com o nome do pastor goiano Osório José Lopes, que é investigado por aplicar golpes milionários, mostra que ele chegou a prometer para uma vítima um retorno financeiro de R$ 2 quatrilhões. O valor oferecido supera a fortuna das dez pessoas mais ricas do mundo, conforme a Forbes. Conforme as investigações, ele cobrava um valor às vítimas com a promessa de que elas teriam retornos bilionários.

O Fantástico mostrou neste domingo (13) as histórias das vítimas do pastor (leia mais abaixo), que já é réu em Goiás e foi denunciado pelo Ministério Público de São Paulo, na última sexta-feira (11), pelo crime de estelionato. De acordo com as investigações, ele fez vítimas de vários estados.

Osório não quis gravar entrevista, mas publicou um vídeo na internet se posicionado: “Não tenho vergonha de dizer que lá atrás eu fiz coisas erradas. Erradas porque não tive orientação jurídica. Estamos entrando com recursos para provar que somos inocentes. Eu nunca neguei que tenho as minhas dívidas e tenho os meus combinados, que não foram ainda cumpridos mas espera de ser cumpridos, muito breve.”.

Investigado pela Justiça de São Paulo, a polícia disse que antes do pastor começar a aplicar golpes na capital paulista, ele causou um prejuízo de pelo menos R$ 15 milhões em Goiás. As vítimas, maioria de Goianésia, no centro do estado, acreditavam nas promessas dele.

Conforme os investigadores, as pessoas são atraídas por meio de vídeos que o pastor publica na web. O investigado fala que tem dinheiro no “Tesouro Mundial” e quer repartir, mas para isso, pede ajuda financeira dos fiéis. Apesar de se apresentar como pastor, ele não é ligado a uma igreja.

Pastor Osório José Lopes, suspeito de aplicar golpe em aposentado de Goiânia, Goiás — Foto: Reprodução/YouTube
Pastor Osório José Lopes, suspeito de aplicar golpe em aposentado de Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/YouTube)

Relato das vítimas

Em maio de 2018, Osório e outro pastor foram presos suspeitos de obter R$ 15 milhões aplicando golpes em fiéis de Goianésia. Entre as vítimas do religioso está o eletricista Paulo Estrela que, em 2014, iludido por cifras milionárias, chegou a entregar a única casa que tinha, avaliada em R$ 250 mil. Em troca, ele recebeu um cheque de R$ 2,5 milhões, que nunca conseguiu descontar.

“E aí ele falava que pagava na segunda, e entrava para segunda, pagava na terça, e pagava na quinta, e foi levando esse moído. Depois, nem atender telefone meu não atendeu. Eu passei sete anos que eu vou falar para o senhor. Eu não vivi sete anos, eu vegetei”, disse o eletricista.

Paulo Estrela é uma das vítimas do pastor em Goianésia, Goiás  — Foto: Reprodução/Fantástico
Paulo Estrela é uma das vítimas do pastor em Goianésia, Goiás (Foto: Reprodução/Fantástico)

Só no ano passado que Paulo conseguiu na Justiça a casa dele de volta. Agora, ele tenta receber do pastor o que gastou com aluguel nesses sete anos; quase R$ 80 mil.

O empresário Alex Antônio contou que perdeu uma casa, duas caminhonetes e até hoje guarda os cheques do golpe. Segundo o empresário, o pastor chegou a prometer até R$ 10 milhões como retorno ao investimento que ele estava fazendo.

Alex revelou ainda que, quando os credores começaram a ameaçar de denunciá-lo, o pastor passou a prometer o que chamava de “benção especial”.

“A benção é o seguinte, é para você ficar quieto e esperar. Você passar todas as suas dificuldades calado. Aí ele oferecia uma benção de cinco milhões, dez milhões. Você oferece cinco milhões para uma pessoa que nunca teve esse dinheiro, fica esperando. E as pessoa não procurou a polícia”, explicou Alex.

Neste domingo (13), uma advogada de 26 anos, que preferiu não ser identificada, disse que seu pai, de 65, também caiu no golpe que teria sido aplicado pelo pastor Osório pelas redes sociais. Segundo a mulher, o aposentado é morador de Goiania e perdeu mais de R$ 6 mil.

“O pastor utiliza da fé e faz uma lavagem cerebral, uma pessoa normal não acreditaria nele, mas as pessoas mais simples e os idosos caem”, falou a advogada.

Uma vítima do Acre relatou que depositou R$ 600 na conta do pessoal do pastor Osório, atraída por uma proposta “maluca”. Por um depósito de R$ 50, receberia de volta R$ 20 quatrilhões. Já por R$ 100, um retorno de r$ 50 quatrilhões.

Vítima do Acre ainda guarda comprovantes de depósitos feitos a pastor goiano — Foto: Reprodução/Fantástico
Vítima do Acre ainda guarda comprovantes de depósitos feitos a pastor goiano (Foto: Reprodução/Fantástico)

“Tem tipo uma lavagem cerebral, fica num transe, né, jurando que vai ganhar mesmo. Você não pode falar que você vai ganhar esse dinheiro. Você investiu mas você não pode falar.

Uma mulher de Mato Grosso contou que chegou a brigar com o marido porque ele depositou cerca de R$ 100 mil para o pastor.

Vítima sofreu grave acidente ao cobrar pastor

Para um empresário de São Paulo, o pastor chegou a oferecer um retorno financeiro de R$ 2 quatrilhões, valor mais alto que a fortuna dos 10 mais ricos do mundo, segundo a Forbes. A vítima, relatou que o valor total investido por ela na operação prometida pelo Osório ultrapassou R$ 300 mil, que foram depositados na conta do pastor.

O empresário relatou que começou a cobrar o pastor pelo dinheiro prometido. Depois de muita cobrança, ele relatou que conseguiu receber de volta R$ 90 mil e mais um carro importado. Ele relatou que buscou o veículo em um escritório do pastor e que, ao voltar para casa, sofreu um grave acidente.

“Eu nunca quis receber um carro eu queria o valor em dinheiro. Ai me disseram, ‘ou pega o veículo ou não pega nada’. Esse carro foi entregue na garagem de um escritório que prestava serviço para o Osório. Já tinha umas duas horas que eu tinha rodado com o carro. De repente, eu vejo soltar o eixo da roda traseira do meu lado que voou para a outra pista. O carro capotou. Ali eu vivi uma das piores experiências da minha vida”, relatou.

Para um empresário de São Paulo, o pastor chegou a oferecer um retorno financeiro de R$ 2 quatrilhões — Foto: Reprodução/Fantástico
Para um empresário de São Paulo, o pastor chegou a oferecer um retorno financeiro de R$ 2 quatrilhões (Foto: Reprodução/Fantástico)

O empresário ficou seis meses sem conseguir andar. O promotor de Justiça de Felipe Oltramari, contou que o acidente aconteceu em “condições misteriosas”.

“Ele acabou sofrendo um acidente em condições misteriosas. Em condições pouco comuns. Dada a anormalidade dessa situação, tudo está a indicar que esse fato merece ser melhor apurado”, disse o promotor.

Em nota, a defesa de Osório José Lopes disse que o carro capotou em razão de excesso de velocidade.

Carro que vítima ganhou de pastor ficou completamente destruído após acidente em São Paulo — Foto: Reprodução/Fantástico
Carro que vítima ganhou de pastor ficou completamente destruído após acidente em São Paulo (Foto: Reprodução/Fantástico)

Investigação

Os investigadores informaram que a forma como o pastor Osório se apresentava chamava a atenção dos moradores de Goianésia, onde ele já é réu pelo crime de estelionato. O delegado da cidade Marco Antônio Maia disse que ele tentava sempre passar uma imagem luxuosa.

“Teve casos que ele chegou aqui para algumas reuniões de helicóptero, sempre bem acompanhado com vários seguranças particulares, carros de luxo, joias. Assim, ele tentou mostrar realmente que ele estava bem e que aquilo ali era questões de meses, que todo mundo ia ficar bem do mesmo jeito que ele estava”, disse o delegado.

O promotor de Justiça Felipe Oltramari disse que ele sempre andava ao lado de pessoas influentes. “Quando estava em Goiás, ele se fazia sempre acompanhado de pessoas proeminentes na sociedade, inclusive políticos, policiais”.

Em um vídeo que circulada em um grupo de investimentos do pastor, ele aparece tomando vinho com o ex-jogador Cafu. Tudo isso, segundo a polícia, ajudava a dar credibilidade ao esquema criminoso.

“É um rapaz extremamente preparado e juntava ainda com o lado religioso, com a fé das pessoas. Isso dava um potencial muito grande pra ele de iludir e de enganar essas vítimas”, disse o delegado.

Em nota, Cafu disse que apenas atendeu um pedido de gravar um vídeo para um amigo. Informou ainda que não possui relação com o pastor e que tão pouco apoia qualquer prática ilegal ou crime.

Em Goianésia, o pastor foi investigado e denunciado pelo crime de estelionato. Na época, ele chegou a ficar 30 dias na cadeia, mas responde ao processo em liberdade. Após ser solto, ele seguiu com o esquema e fazendo mais vítimas de outros estados.

Pastor atrai vítimas pela Web

É de um condomínio de luxo na Grande São Paulo que o pastor Osório dispara quase que diariamente vídeos para atrair novas vítimas. Há cinco meses, o Fantástico vem acompanhando as postagens nas redes sociais dele. O retorno financeiro de quem entrou no suposto investimento estaria próximo. O pastor fala sobre o pagamento aos credores.

“Já tem ordens de um governo mundial sobre esse regimento financeiro determinando datas para finalizar. Isso eu estou dizendo e eu posso cair morto nessa mesa”, promete em um dos vídeos.

Em outro vídeo, o pastor explica de onde teria vindo toda a fortuna dele.

“Em 2011, eu orei por um moço, um milionário do Brasil. Sabe o que é dinheiro? Não é um milhão, dois. É bilionário”, diz.

Ele relata ainda que, em troca, teria recebido papéis que valeriam muito dinheiro. Que seriam a origem dos investimentos que tanto atraíam as vítimas.

“Um emblema do Banco Mundial com os timbres, com selos. Só que a maioria era escrito em inglês, a maioria filipino e a maioria da coreia do sul. E eu não entendia nada. Ele disse: ‘pastor, isso aqui é uma Letra do Tesouro Mundial. É dinheiro que o senhor nunca mais vai passar fome.

Segundo o Banco Central e o Tesouro Nacional, a Letra do Tesouro Nacional é um título que não existe. O promotor de Justiça de São Paulo, Arthur Pinto de Lemos Junior informou que há práticas fraudulentas nos vídeos publicados pelo pastor.

“Através desses vídeos, está havendo a prática fraudulenta de se prometer um lucro absurdo com manobras financeiras que não são concretizadas”, relatou.

Livros vendidos em rede social do pastor Osório José Lopes — Foto: Reprodução/Instagram
Livros vendidos em rede social do pastor Osório José Lopes (Foto: Reprodução/Instagram)

Fonte: G1