Parlamento Europeu aprova resolução condenando os assassinatos de Bruno Pereira e Dom Phillips

O Parlamento Europeu aprovou uma resolução condenando os assassinatos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillip no interior do Amazonas. A votação, que aconteceu nesta quinta-feira (7), terminou com 362 votos a favor, 16 contrários e 200 abstenções.

Vidíglia para homenagear Bruno Pereira e Dom Phillips em São Paulo, no fim de junho (Foto: Reprodução)

Os eurodeputados condenam veementemente o brutal assassinato de defensores do ambiente e dos direitos humanos, bem como de indígenas no Brasil, mais recentemente o assassinato do jornalista britânico Dom Phillips e do ativista brasileiro Bruno Pereira. Eles pedem às autoridades brasileiras que conduzam uma investigação exaustiva, imparcial e independente sobre esses assassinatos e garantam que eles cumpram integralmente o devido processo em todos os momentos”, diz a nota publicada oficialmente pelo órgão.

Vista geral do Parlamento Europeu em Estrasburgo, França (Foto: Reprodução)

Citando nominalmente o presidente da república, Jair Bolsonaro, o texto também denuncia a crescente violência, ataques e assédio contra defensores dos direitos humanos e ambientais, povos indígenas, minorias e jornalistas no país. Ele se opõe à contínua retórica agressiva, ataques verbais e declarações intimidadoras do presidente brasileiro, ao mesmo tempo que lamenta a violência sexual e de gênero contra mulheres, meninas e defensores ambientais e indígenas.

“Os eurodeputados recordam que estes constituem uma grave violação dos seus direitos humanos e da sua dignidade”, conclui o texto.

A resolução não prevê punições, mas desgasta a relação entre a União Europeia e as autoridades brasileiras.

Fonte: Yahoo!

Últimas

São Paulo vence o RB Bragantino e encerra sequência sem vitórias no Brasileirão

14/08/2022

Embalado pela classificação na Copa Sul-Americana, o São Paulo voltou a vencer no Campeonato Brasileiro depois de seis rodadas. Na...

Categorias